Lilith no mapa astral e nos signos

Em primeiro lugar é bom esclarecer que a Lilith usada na astrologia não é um astro, Em termos astronômicos, é o ponto celeste que representa a maior distância da órbita da Lua em relação à Terra, logo o apogeu da órbita da Lua. Em termos astrológicos, seu significado é mais complexo. Existem muitas interpretações e há quem as desconsidere, mas para muitos astrólogos a posição da Lilith no mapa pode indicar:

  • Uma área de insatisfação constante. Na área indicada pela casa e pelo signo em que a Lilith está, as experiências geram  grandes expectativas, mas acabam se revelando mais ou menos frustrantes, jamais plenamente gratificantes.
  • Um ponto de inversão. As coisas tendem a acontecer de forma diametralmente oposta ao que era esperado.
  • Um processo de acumulação de potencialidades não desenvolvidas. Por algum motivo, a energia disponível na casa e no signo em que a Lilith se encontra não é utilizada plenamente e acaba gerando sobrecarga e criando distúrbios.
  • Conteúdos psicológicos infantis ainda não elaborados. Como a Lua no mapa natal representa as experiências da primeira infância, a Lilith representaria os anseios das experiências infantis não vividas, o que sugere possibilidade de reações emocionais primitivas e descompensadas.
  • Uma espécie de vórtice de emissão ou captação de energia. Na área onde a Lilith se encontra, a pessoa pode liberar involuntariamente muita energia, que muitas vezes lhe falta em outras áreas de experiência. Da mesma forma, a pessoa pode absorver a energia alheia, de forma deliberada ou inconscientemente.
  • Uma conexão com outras freqüências. Alguns acreditam que a Lilith pode exercer o papel de uma antena, como uma espécie de Netuno concentrado, possibilitando o contato com dimensões ainda não totalmente compreendidas, como fenômenos psíquicos ou mediúnicos, por exemplo.
  • Um ponto no qual a pessoa mostra traços de genialidade. Também há quem atribua à Lilith a propriedade de conferir à pessoa forte magnetismo pessoal em certas circunstâncias, nas quais ela pode demonstrar poder ou ter insights revelador

Lilith, como ponto associado ao apogeu da Lua, momento em que a Lua está mais distante da Terra, sugere ser associada a conteúdos da função Lua que estão mais longe do controle da consciência.
A cada posicionamento da Lua existe um posicionamento zodiacal de Lilith, assim como dos Nodos lunares.
A situação astrológica da Lua no mapa natal fala da função lunar nesta vida, os nodos falam do eixo darma – karma, e Lilith – Priapo fala do eixo feminino – masculino oculto.
A deusa Lilith, dama do reino do obscuro tem sensualidade perigosa e desconhecida. Sua força oculta e descontrolada recusa à submissão e a obediência. Estas características a fazem candidata ideal para pertencer as entidades que representam a energia do apogeu lunar.

Lilith no mapa natal:
Lilith simboliza –quando em destaque no mapa– uma personalidade independente e irreverente que se resiste a se submeter a alguém ou comprometer suas crenças em nome de interesses alheios. Estas pessoas podem se destacar por suas vidas revolucionárias e irreverentes com tonalidades forças na sua sexualidade, sensualidade, poder pessoal ou formas de lidar com estes assuntos. Pode também caracterizar a pessoas que lidam com a cura profunda.
A desarmonia, irreverencia e insubornabilidade de Lilith tem como objetivos denunciar onde se controla e manipula; impulsionar a pessoa a libertação de cristalizações, ajudando ao desapego e a desidentificação de comportamentos e valores castradores; promovendo assim a criatividade, permitindo redescobrir talentos e potenciais.
Lilith representa uma força que emerge do inconsciente para promover o movimento e a evolução em busca de maior amplitude de resposta e evolução. Assim quando não é entendida e bem canalizada pode provocar sofrimentos. Quando desconhecida ou reprimida, a energia de Lilith pode transformar-se em perturbação e violência, manipulação e destruição.
A situação astrológica de Lilith pode indicar dicas importantes da forma em que se manifesta na pessoa as forças do Caos e do aparente “mal”.
Ela parece estar ligada ao sentimento de fundo de ‘frustração’ ou incompletude. A casa ou signo onde ela se encontra corresponde a área de experiência (casa) ou qualidade arquetípica (signo) em relação à qual o indivíduo vive com um sentimento inexplicável de falta e insatisfação e constante expectativa, mesmo que a experiência simbolizada por aquela Casa ou signo esteja sendo realizada satisfatoriamente.

Nos signos: 

Áries: pode causar irritabilidade e nervoso extremamente espontâneos e repentinos. Faz com que a pessoa tenha picos de emoções fortes, coragem e excitação muito variados, além de fazer com que ela tenha uma personalidade extremamente forte.

Touro: são pessoas que costumam fazer de tudo para alcançar o prazer (comida, sexo, luxo…) mas ao mesmo tempo super se deixam levar pela inércia e se tornam muito acomodadas.
Gêmeos: dificilmente conseguem terminar algo; pessoas com essa lilith possuem um verdadeiro problema com a questão de estar interessado. Começam muitas coisas, mas ficam somente na superficialidade.

Câncer: são pessoas que conseguem criar sentimentos com absolutamente tudo. E quando criam, sofrem muito por isso, querem que aquilo seja somente delas e viva em uma bolha feita por elas. Costumam guardar muito rancor e sentimentos intensos associados a memórias.

Leão: assim como touro, fazem de tudo por prazer, mas enxergam isso como uma fonte de auto afirmação. Precisam ser auto afirmar pelo sexo e pelas coisas prazerosas, por assim dizer. Se sentem muito feridas e perseguidas quando percebem que sua reputação está ameaçada.

Virgem: são extremamente seletivas, principalmente com as emoções e com as pessoas que a cercam. No entanto, costuma se sentir muito insatisfeita, parece que nada a favorece, o que pode resultar em uma certa “paranóia”.

Libra: costumam sofrer bastante por relacionamentos no geral. Tendem a querer agradar tudo e a todos, a passar sempre uma imagem bela, e quando não consegue, se torna introspectiva e apática.

Escorpião: costumam ser extremamente rebeldes e sensuais, além de terem certa compulsão por sexo e por tudo o que é oculto. Estão sempre procurando coisas e pessoas intensas e, quando não acham, tendem a se frustrar.

Sagitário: costumam ser muito doutrinadores e apegados as idéias que possuem, além de serem um tanto quanto irresponsáveis e imprevisíveis. Pode se achar muito inteligente perante certas situações.

Capricórnio: costumam ser pessoas que fazem de tudo pra crescer na vida e podem se tornar mesquinhas. Podem possuir uma reputação ótima no superficial, mas por debaixo dos panos estão trabalhando com coisas ilícitas, ilegais ou imorais.

Aquário: tende a não se apegar a nada, a querer ser totalmente independente e comandar revoltas, quando na verdade dificilmente é aceita em grupos ou permanece por muito tempo por conta do seu extremismo e da força em ser “do contra”.


Peixes: são pessoas que caem em vícios de maneira mais fácil, que possuem abertura espiritual maior também. No geral, também costumam ser muito sensíveis e escapistas sobre tudo e todos.

Deixe uma resposta