Simpatia, Magia, Feitiços. Quais as diferenças?

Hoje iremos falar um pouco sobre Magias, Feitiços e Simpatias. Vamos começar pela Simpatia? Acredito que seja o mais popular dos três temas. Quem já não ouviu falar nas reuniões familiares ou com amigos, frase como… “Para nos livrarmos dos maus-olhados, devemos espalhar sal grosso pelos cantos da casa” ou “Usar roupa branca na virada do ano, trará boa sorte durante o ano”. 

Vivemos em um país onde muitas pessoas acreditam em simpatias e as seguem como forma de evitar que algo ruim aconteça em suas vidas ou mesmo para atrair e realizar coisas consideradas boas. Podemos dizer que “simpatia” significa o nome de algum ato, ritual ou objeto de superstição com finalidade de livrar algum mal ou atrair algum bem. Simpatias são conhecidas como crendices criadas pelo povo, não possuem nenhuma base científica, podemos considerar as simpatias como exemplos da cultura popular. 

Já a magia, gosto de pensar que é como forma de ocultismo, que estuda os segredos da natureza e as forças espirituais. O estudo da magia possibilita entender e dominar a arte do oculto, da teoria e da prática espiritual. A magia pode ser entendida como um fenômeno social e cultural, estando presente em todas as civilizações desde os primórdios das civilizações. Por meio da magia podemos entrar em contato com aspectos ocultos de nosso Universo como um todo e nos conectarmos a ele.Com a magia temos a capacidade de moldar energias vitais no sentido do que queremos. Podemos potencializar a magia com o uso de elementos da natureza, de acordo com a finalidade que se deseja alcançar. 

Assim chegamos aos Feitiços. A palavra feitiço está ligado ao termo latino “fatum”, ou seja, “algo feito”. O feitiço pode ser entendido como a magia feita através de nossa força de vontade com o uso auxiliar de elementos. Feitiços podem ser entendidos também como rituais que possuem objetivos de definidos, que irão alterar de alguma forma algum aspecto de nossa vida ou da vida para quem é direcionado. 

Feitiços não possuem peso de valor positivo ou negativo, precisamos entender que são apenas chaves usadas para atingirmos determinados objetivos, juntamente com nossa intenção, nossa força pessoal e espiritual. Então, a magia pode ser definida como o uso de forças, espíritos e energias não pertencentes ao plano físico para que possamos interferir e alterar o plano físico. Podemos entender o feitiço como um o gênero de magia, cujo objetivo é interferir no estado espiritual, mental, físico do indivíduo e de sua realidade. Viram, como são assuntos interligados?

Por Malei Caminhos da Noite

Deixe uma resposta