Conheça os benefícios da pedra água-marinha contra estresse e ansiedade

;

Quando você passa por períodos de estresse e ansiedade, você parte para saídas como meditação, yoga ou outras terapias alternativas, não é mesmo? O que talvez você não sabia é que você pode contar também com o poder da pedra água marinha para acalmar o espírito e encontrar sua paz interior. 

Isso porque a gema brasileira de tom azul do mar emite vibrações calmantes que tranquilizam a mente e eleva a espiritualidade. Além disso, a pedra água-marinha promove o bem-estar ao facilitar a clareza de pensamento e a boa disposição geral. 

Precisando aliviar essa correria do dia-a-dia? Então, fique por aqui para descobrir o significado da pedra água-marinha e suas propriedades relaxantes. Além disso, você aprende para que ela serve e como usá-la para aproveitar todos os seus benefícios. 

Significado da pedra água-marinha 

;

A pedra água-marinha foi muito utilizada como amuleto durante as expedições marítimas, nos tempos antigos. Não se sabe se a razão dava-se pela sua cor azul do mar que sugeria a pacificação dos oceanos ou por possuir propriedades calmantes. O que proporciona a clareza da mente na hora de tomar uma decisão importante. 

Não é à toa que uma de suas características místicas mais marcantes é o fato de suas energias simbolizarem a proteção dos ribeirinhos, pescadores, mergulhadores e navegantes.

Dessa maneira, a pedra água-marinha evita que eles tenham problemas no fundo do mar ou com tempestades que possam afundar as embarcações.

Para afastar seres mitológicos, como monstros e sereias, os antigos navegadores portavam a pedra preciosa como um amuleto poderoso. Os soldados gregos e romanos carregavam a água-marinha para espantar o medo e aumentar a coragem, durante as batalhas. Além disso, era comum usar a pedra para proteger o amor dos matrimônios, na civilizações gregas antigas. 

Já os romanos fabricavam óculos com a pedra, pois acreditavam que a água-marinha melhorar a visão. Aliás, corre a lenda que o imperador Nero usava óculos de água-marinha. Para o povo do Oriente Médio, a pedra preciosa era promovia a paz, felicidade e alegria a quem a portasse.

Atualmente, a água-marinha é símbolo de espiritualidade, juventude, vitalidade e felicidade. Além disso, ela também é conhecida por possuir benefícios como:

  • Purificação e limpeza energética;
  • Redução do estresse e da ansiedade;
  • Tranquilizante da mente e do pensamento;
  • Elevação espiritual;
  • E eliminação de vibrações negativas. 

Por isso, a pedra água-marinha é muito comum nas terapias alternativas que visam equilibrar emoções e superar traumas e medos passados. Ou seja, se você ainda vive na angústia de algum acontecimento antigo que te atormenta, saiba que a pedra pode te ajudar a cicatrizar feridas abertas. 

Sem falar que a água-marinha também pode auxiliar nos casos de depressão profunda, uma vez que ela promove a boa disposição e o bem-estar. Já no lado físico, as propriedades medicinais da pedra vai desde o equilíbrio da tireoide e dos hormônios, até a melhora da visão o fortalecimento do sistema imunológico.  

Mas não para por aí! A pedra possui propriedades curativas para as mazelas do sistema gástrico, garganta e coração. Por isso, carregar a água-marinha perto do seu corpo é uma excelente ferramenta para manter a sua saúde em dia. 

Para que serve a pedra água-marinha

;

No geral, os usos típicos da água-marinha estão ligados às suas propriedades em combater as forças das trevas, abrindo a comunicação terrena com os seres da luz. Além do mais, a pedra é capaz de bloquear pensamentos negativos, intenções vingativas, assim como a inveja e o mau olhado. 

Porém, é muito comum utilizar a pedra água-marinha para as seguintes finalidades:

  • Equilibrar e acalmar o emocional;
  • Purificar o corpo físico e mental;
  • Elevar o corpo espiritual;
  • Praticar o relaxamento e a meditação;
  • Fortalecer a intuição;
  • Despertar capacidades mediúnicas;
  • Proteger contra energias negativas;
  • E equilibrar hormônios. 

Não é à toa que é possível encontrar uma pedra água-marinha em locais de prática da yoga e de terapias holísticas. Sendo assim, as propriedades da pedra trazem benefícios não só para o ser humano, mas também para o ambiente. 

Características da pedra água-marinha

;

Você sabia que é impossível reproduzir a pedra água-marinha de maneira sintética? Por isso que é comum comercializar fraudulosamente o topázio natural ou o espinélio sintético como sendo a pedra preciosa. Que por sinal, quanto mais escura foi a cor azul do mar da água-marinha, mais valiosa ela é e, consequentemente, mais cara. 

Abaixo, você confere uma lista com outras características específicas da pedra água-marinha: 

  • Composição química: da família do berilos, a pedra é composta basicamente por ferro e silicato de alumínio que, em contato com a luz, adota a cor azul; 
  • Origem: Rússia, Índia, Madagascar, Itália, Estados Unidos, México, Afeganistão, mas o Brasil é o maior exportador da pedra;
  • Profissão: telefonistas, terapeutas, professores, jornalistas, secretárias, mergulhadores, palestrantes, atores, músicos e pintores; 
  • Signos: escorpião, libra, touro, peixes e aquário; 
  • Chakras: quarto cardíaco, quinto laríngeo, sexto terceiro olho;
  • Planeta: Lua. 

Por muito tempo, a pedra era vista como símbolo de castidade. Porém, hoje em dia, ela se tornou a escolha número 1 na hora de combater as aflições físicas e emocionais. 

Como usar a pedra água-marinha

água-marinha

Antes de começar a usar sua água-marinha, a pedra deve ser purificada e energizada. Para isso, banhe a gema em água corrente e deixe-a em um recipiente com água potável durante 1 hora. 

Em seguida, energize sua água-marinha em um banho de sol por cerca de 30 minutos. Atenção para não deixar passar o tempo, pois a luz solar pode fazer a cor azul do mar desaparecer. 

Se a sua intenção é a proteção espiritual, use um colar de pedras água-marinha que, além de lindo, garante o escudo poderoso contra as forças ruins que te rodeiam. Já no caso de elevação espiritual, a sugestão é colocar uma pedra embaixo do seu travesseiro, pois ela despertará sua intuição com sonhos reveladores. 

Decore sua casa com uma linda peça de água-marinha para purificar, energizar e proteger o ambiente. Já se o objetivo é promover os efeitos terapêuticos, em um momento de relaxamento, coloque a pedra no seu abdômem e mentalize uma luz de tom azul esverdeado claro cobrindo o seu corpo. 

;

Por astrocentro

Grabovoi

Alguns códigos grabovoi

É um processo como se fosse um mantra (pode ser repetido toda vez que tiver oportunidade )
E também como uma conexão, tente imaginar todas as soluções já realizadas e vivenciado o que deseja
E pode pedir assim:
Eu X estou em sintonia com o infinito e envio para o universo meus desejos (mencione os códigos )
E o universo me devolve as situações e desejos para usufrui-los.
Eu agradeço, potencializo, vibro, mentalizo e compartilho com todos. 
É muita coisa mas vale a pena. 
Qual a diferença entre:
– Eu invoco
– Eu comando
– Eu ativo
Quando você invoca, você faz um chamamento de algo ou alguém até você. 
Quando você comanda, você ordena que algo ou alguém cumpra o que você está determinando. 
Quando você ativa, você põe algo ou alguém em movimento. 
– Por quê não posso ativar ou invocar um código? 
” Os códigos não precisam ser ativados porque eles são em si representações de um conceito contido na mecânica do universo. E o universo é movimento, energia e vibração constantes. 
Logo não é necessário ativar, pois já estão ativos. “
Menos ainda invocar. 
Você precisa visualizar suas metas já realizadas, e falar as sequências numéricas ( um número por vez, lembrando que o número 6 deve ser pronunciado como “seis” e não “meia”), 
envolvendo-os em uma luz dourada e envia-los para o infinito. Para que assim a visualização de suas metas realizadas vibrem universalmente e se materializem em sua vida. 
Você pode criar suas técnicas em cima desses ensinamentos, mas há de se respeitar os princípios básicos. 
Não há necessidade de postar, pode escrever falando em voz alta ou mentalmente conforme os códigos de suas necessidades
Por Lígia Farias 

O sangue menstrual e seus fatos incríveis

imagem retirada do relato de cultivo de salada com sangue menstrual de Beca Grimm


1) o sangue purifica: o ciclo menstrual renova os tecidos uterinos, eliminando energias que não nos servem mais. o útero se contorce, expulsando mágoas, tristezas e impurezas. é uma oportunidade para que todo o nosso corpo e alma também se regenerem, avaliando nossas próprias necessidades e o que devemos deixar ir com o sangue sagrado. No nível físico, a menstruação age como uma proteção ao aparelho reprodutor feminino, deixando-o mais forte devido aos estrogênios naturais e demais hormônios.


2) é uma grande lição sobre a morte: a menstruação, ou seja, o despedir-se da semente não germinada, é uma pequena morte. a energia é, realmente, de perda – por isso muitas de nós ficamos mais frágeis e sensibilizadas durante o período. no entanto, é um ritual bonito, que deve ser encarado com leveza. ao menstruarmos, compreendemos profundamente os ciclos de vida e morte, sendo mesmo responsáveis por esse ciclo – como as deusas que somos.


3) é poderosa: quando menstruadas, ficamos mais intuitivas, sensitivas e conectadas às deusas. era através deste “estado alterado” de consciência que, na antiguidade, xamãs, bruxas, sacerdotisas e curandeiras recebiam suas respostas de luz, pois a conexão com o divino fica extremamente fortalecida.


4) é altamente nutritivo: plantinhas ficam felizes quando regadas com o sangue menstrual, pois é fertilizante. o ideal é que se use um copinho menstrual e, diariamente, despeje o sangue nele contido em um jarro. depois é só completar com água e alimentar suas plantinhas. explico: o sangue menstrual contém três nutrientes importantes para as plantas – fósforo, potássio e nitrogênio. essa tríade é essencial para que os vegetais cresçam fortes e sobrevivam às intempéries. o nitrogênio auxilia no crescimento das plantas, deixando-as verdinhas e bem vivas.


5) a abertura e desejo sexual aumentam: quando menstruadas, muitas mulheres atingem o ápice do seu tesão. o que é incrível, pois durante esse período estamos muito mais perceptivas, conectadas ao nosso instinto selvagem e extremamente receptivas.. a experiência de partilhar esse momento, de uma energia TÃO intensa, com outra pessoa é única e maravilhosa. recomendo!


6) nosso ciclo se conecta com os ciclos lunares: como somos cíclicas, nada mais natural que sejamos conectadas com a energia mais cíclica e feminina da terra: a lunar.

Por: Fernanda Tarkan

O que é firmar o anjo da guarda?

Não se acende vela para o Anjo de Guarda como que se ele precisasse de “luz”, muitos menos o copo d’agua porque ele tem sede, o fato é que acendemos uma vela para nos firmar em sua energia, no momento em que é feito a firmeza estamos criando um elo com ele, um vinculo.

Anjo de guarda é um ser totalmente desprendido de ego, imagine um ser com evolução altíssima, que trabalha em prol do nosso auxilio no caminhar espiritual sem querer ou pedir nada em troca, esse ser precisa de luz? Quem precisa somos nós e não eles, com a vela acesa teremos maior facilidade de sermos intuídos por eles, quando estamos nos desviando de nosso caminhar é ele quem nos intui mudanças de atitudes ou posturas para que voltemos a retidão. Acender uma vela fortalece essa “troca”, mas isso demanda orações e seriedade, o importante é criar uma postura amigável, não simplesmente riscar o fósforo, converse com ele, relembre com ele seus atos, peça ajuda na tomada de decisões, traga ele para si, eu sei que é difícil criar um vinculo com um ser tão tênue, mas afinados com sua energia sentiremos cada vez mais a sua presença, eles são os nossos maiores guias, estão mais próximos que qualquer outra energia desde que mantenhamos uma postura correta pois o “errar” acaba os repelindo. Mas esse afastamento não se dá por eles, e sim de nós, eles não conseguirão contato com nossa energia se cultivarmos pensamentos negativos, egos de todo tipo.

A Vela é acendida em nome do Anjo da Guarda, porém a energia é acesa em nós e emanada por eles. O importante é sempre firmar seu Anjo Guardião com calma e serenidade, com tempo e coração aberto, nada com pressa.

O copo com agua é um canalizador, a agua é um dos elementos mais preciosos energicamente falando, nesse sentido ela canaliza nossos pensamentos e sentimentos enquanto a vela durar, como um som ecoando no dia a dia, além disso ela neutraliza pensamentos ruins criados por nós mesmos.

;

A importância da vela estar acima de nossas cabeças se dá pela maior facilidade de conexão com nosso chakra coronário (que é por onde acontece a ligação do Anjo de Guarda conosco), se a pessoa não tem uma casa espiritual onde firmar sua

10 Conselhos Para Ter Alegria

;

A Esperança

Busque sempre ter esperança com equilíbrio, ou seja, coloque uma data limite para que algo se realize. Caso não acontecer, acredite que foi melhor para ti e confie nas forças do universo.

Siga em frente!

A Indecisão

;

Não demore-se a resolver as coisas, se você está em uma situação sem saída, está indeciso sobre o que resolver, busque alguém com conhecimento sobre o assunto, exponha o seu problema, ouça o conselho e tome uma decisão rápida e objetiva: siga em frente.

O Intercâmbio

;

Use as redes sócias para trocar informações e até produtos e serviços com pessoas dignas de trazer algo bom, o famoso escambo é algo que tende a trazer muito benefício aos dois lados.

A Domesticidade

;

Mostre o seu valor, tenha gratidão pelas conquistas onde mora, não fale mal de onde trabalha, e mostre que você é alguém dócil e adaptada a realidade do dia a dia, onde gentiliza gera gentiliza.

A Incerteza

;

Quando algo se apresentar incerto não o faça e deixe passar, pois trocar o certo pelo duvidoso não é bom negócio.

O Inesperado

;

Haja de forma tão rápida e surpreendente como uma flecha que voa pelo ar até acertar o alvo, desta forma conseguirá obter conquistas mais sólidas e chegará primeiro que seus concorrentes diários.

O Argonauta

;

Não tenha medo de embarca em alguma aventura num final de semana, vá se conectar com a natureza em uma floresta, praia ou aquela serra com um grupo de pessoas dispostas a sentir a força do momento. Não é só de prédios de concreto que se vive a vida.

O Prodígio

;

Quando disserem para você que é impossível, que é muito difícil e que você não vai consegui está na hora de ir lá e fazer acontecer surpreendendo a todos com a sua garra, ou seja, não limite suas capacidades pelo olhar alheio.

O Ressentimento

;

Não deixe os sentimentos de raiva e ódio tomarem conta do seu coração e de sua mente, livre-se dos ressentimentos perdoando e seguindo em frente, confie que a lei universal de causa e efeito fará a justiça que seu coração pede que não é viável ser feito por suas mãos.

O Renascimento

;

A cada dia que acordar ao abrir os olhos espreguice-se como se estivesse nascendo naquele momento para um novo dia e repita em sua mente de todo o seu coração

;

Por Juliana Viveiros Tonin

Benefícios do uso de cristais para a saúde espiritual

;

Pensar sobre a importância da energia dos cristais sem lembrar-se das pedras brutas para evolução espiritual é como crescer sem passar pelas etapas evolutivas da vida.

Devemos considerar que a historia da humanidade tem como seu marco inicial a Idade da Pedra Lascada. Desde os mais remotos tempos as pedras são fundamentais para a existência e sobrevivência do homem. A partir da relação com as pedras o homem passa a ter um lugar de destaque na relação com a natureza.

Rituais sagrados para o assentamentos energéticos são feitos na maioria das vezes com pedras brutas encontradas na natureza, pois cada divindade apresenta a personificações das forças naturais e essas forças são chamadas de axé e no xiré dos orixás o mais importante símbolo é o OKUTA ou as pedras.

Em geobiologia classificam-se as pedras como rochas ou minerais, como é o caso dos cristais que são grandes condensadoras de energia e irradiam energia positiva e absorvendo energias negativas de acordo com as prioridades ou necessidades energéticas.

O uso de cristais pelo homem

;

Nas relações entre homem e natureza, mais especificamente homem e a pedra é possível observar uma relação extremamente intima e direta com a espiritualidade do homem através da captação, do armazenamento e da transmutação de energias, ficando evidenciados nestas características que as pedras são elementos fundamentais para diversos tratamentos, rituais e curas.

O uso das pedras e cristais para a espiritualidade vem de um passado distante e o poder mágico das pedras sagradas aprendemos a usar com nossos guias ancestrais ou mestres espirituais.

Os cristais especificamente para os povos da Antiguidade Ocidental e Oriental, sempre foram considerados pedras sagrada, os gregos se utilizavam dos cristais para cura, os mesopotâmios também, já os egípcios utilizavam os cristais para canalização de energias como a do sol, utilizando-os como condutores os cristais nas pontas das pirâmides.

Devemos considerar que os cristais são manifestações de energia e luz no plano físico. Sendo os cristais tão poderosos a ciência comprova que no reino mineral trata-se de excelentes condutores e amplificadores de energia. Partindo deste principio os cristais são eficientes no processo de energizações entre outras praticas do mundo metafísico.

Trabalhos como invocação, abertura ou fechamento de mistérios e portais por meio dos quais as pedras são como a chave de acesso para outras dimensões nas quais ajudam no processo de purificação e transmutação da energia em todas os níveis do ser e de outras dimensões.

Por isso, o uso de cristais e cada pedra usada se torna sagrada quando feito o assentamento e a consagração destes elementos nos processos de despertar do individuo, trazendo força magnética que irradia e protege desde nosso corpo físico até nosso corpo etéreo.

;

Por Juliana Viveiros Tonin

Tire todas as suas dúvidas sobre o reiki em animais

;

Você já deve ter ouvido falar no reiki, uma técnica de cura pelas energias canalizadas pelas mãos, não é mesmo? Mas o que pouca gente sabe é que é possível realizar o reiki em animais. Isso porque, apesar de ser um método criado no início do século passado, foi há pouco tempo que as pessoas adaptaram os ensinamentos para fazer reiki em animais. 

Ficou interessada nessa prática? Então fique por aqui que vamos te ensinar tudo sobre a técnica, os benefícios e, até mesmo, as posições de reiki em animais. Lembrando sempre que é preciso ter respeito para com os animais em qualquer atividade que envolva o fluxo de energia. 

Já que está por aqui, não deixe de conferir a história de Mikao Usui, o pai do Reiki. 

Reiki em animais

;

O reiki foi criado pelo japonês Mikao Usui como uma forma de realinhar os canais de energia para curar doenças que afligem o corpo físico e emocional. Por meio do universo holístico, a técnica utiliza canaliza a energia com o objetivo de desbloquear fluxos energéticos, equilibrar os chakras do corpo e promover a harmonia física e emocional. 

Posicionando as mãos em locais estratégicos do corpo ou com o uso dos símbolos do reiki, a energia é captada e transmitida para o receptor. Aliás, você sabia que é possível realizar o reiki a distância? Sendo assim, podemos afirmar que o método não possui limites de tempo nem espaço.

Ao captar a energia do universo, o praticante de reiki é capaz de transmití-la aos seres vivos. Por isso que o tratamento de reiki em animais não é nenhuma surpresa para os amantes da prática. Porém, até os consultórios de veterinária estão adotando o reiki como um meio de aliviar os efeitos colaterais de remédios, diminuir as dores e reduzir o estresse dos bichinhos. 

Benefícios do reiki em animais 

;

Em geral, a prática por si só já traz mais harmonia e equilíbrio para o dia a dia, uma vez que a transmissão de energia é um ato de amor e cuidado. No entanto, fazer reiki em animais auxilia em tratamentos de saúde, pois fortalece o sistema imunológico 

Além disso, o reiki em animais contribui para: 

  • Melhorar comportamentos agressivos;
  • Diminuir os picos de estresse e ansiedade;
  • Reduzir dores crônicas;
  • Aliviar os efeitos colaterais de tratamentos severos;
  • Auxiliar na cicatrização;
  • Prevenir doenças físicas e mentais;  
  • E promover o bem-estar. 

Apesar dos inúmeros benefícios, o tratamento só trará resultados se o praticante confiar no poder das energias e deixar a técnica agir livremente. Porém, como estamos falando de animais, a comunicação é subjetiva, por isso, recomenda-se o uso da intuição durante todo o processo. 

Como aplicar reiki em animais

;

Se você tem dúvidas de como aplicar reiki em animais, lembre-se que eles também são seres vivos que captam sua energia. Por isso, mantenha-se sempre calma e serena. Em seguida, tranquilize-o posicionando suas mãos próximas ao pescoço, na base das orelhas do bicho. 

Reiki em animais

Dessa maneira, ele estará mais relaxado e o seu corpo estará aberto para deixar a energia fluir livremente. Ao se tratar de posições de reiki em animais, você poderá utilizar a sequência que segue com as pessoas, focar nos chakras ou realizar o Reiji-Ho – um dos pilares do reiki, no qual, o reikiano coloca sua intenção, agradece e aplica o tratamento. 

O tratamento pode também trabalhar um ponto específico, conforme a necessidade do corpo físico e emocional de quem recebe a energia. Ou seja, se o seu cãozinho sofre de artrose, o reikiano canalizará as energias para as articulações dele.

Porém, caso você observe que o animal experimenta um quadro depressivo, a solução será equilibrar seus chakras para trazer a harmonia de volta para vida dele.  

A duração do reiki será definida pelo próprio animal, por isso, é tão importante fazer uso da intuição para compreender os sentimentos do bichano. Entretanto, recomenda-se aplicá-lo durante 20 a 30 minutos, pois é o tempo ideal para ele absorver a energia que necessita. 

Embora seja uma terapia energética relativamente simples, é preciso tomar cuidados básicos em se tratando de animais. Por isso, preparamos algumas dicas essenciais para a prática do reiki em animais. 

Dica 1: Permissão

;

Engana-se quem pensa que os animais não sabem o que o reiki significa. Pelo contrário, eles compreendem muito bem que irão receber uma energia para ajudá-los. Por isso, é muito importante pedir a permissão deles antes de realizar o processo. Dessa maneira, você não só respeita a vontade dos animais, como também inicia o reiki com mais abertura dos animais. 

Dica 2: Contato

;

Os cachorros arredios e medrosos não gostam do contato visual, já os gatos se conectam com os humanos através dos olhos. Sendo assim, aprenda como iniciar o contato com cada animal antes de fazer a prática. Pois, é essa abordagem respeitosa que vai ditar o fluxo energético de todo o processo do reiki. 

Dica 3: Adaptação

;

O animal não para quieto? Não tem problema! Como estamos falando de tratamento de animais, as situações são imprevisíveis. Por isso, você precisa se adaptar e utilizar os aprendizados do reiki a distância para executar a prática com sucesso. De qualquer maneira, o animal receberá a energia necessária, uma vez que sua intenção estiver colocada e a energia mentalizada. 

Dica 4: Tamanho 

;

Tamanho é documento no mundo animal. Ou seja, é preciso levar em conta o porte do bicho na hora de realizar o reiki. Isso porque se o animal for pequeno, como uma tartaruga ou um hamster, basta posicionar suas mãos próximas do animal para canalizar a energia.

Mas e no caso de bois e cavalos? Além do tempo utilizado ser mais longo, as posições serão mais variadas. Muitas vezes, será necessário a utilização do reiki a distância. 

Apesar do reiki em animais trazer resultados comprovados, é recomendável sempre realizar uma consulta veterinária antes de executar a prática energética. Dessa maneira, caso os sintomas prevalecerem, procure orientação profissional. 

;

Por Astrocentro

Por que “já fiz de tudo” e a situação não muda?

O motivo é que antes de tratar da situação ou da energia de outras pessoas é preciso tratar você: autoconhecimento!

Isso mesmo, você!

Como uma dor de estômago causada por estresse, por exemplo, você pode tomar medicação para o estomago, porém os sintomas voltarão, pois a causa (estresse) não foi tratado.

Então vamos a maneira que você pode tratar a causa do que não te faz bem, não está legal para você…

Saiba como fazer as melhores perguntas para os Oráculos:

  • Como eu cheguei nessa situação? Onde EU errei? O que eu não vi? O que não aceito? O que eu mascaro?
  • O que tenho feito para ter ciclos repetitivos em minha vida?
  • O que devo fazer para trazer o equilíbrio para a mente, alma, espírito e os diversos corpos como áurico, sutil e físico?

E outras tantas nessa mesma linha!

A partir do momento que você compreender esse ponto e tiver coragem e vontade de realmente mudar sua vida, os Oráculos serão muito mais produtivos, as terapias e magias também.

Entender as potencialidades e dificuldades do outro

Da mesma forma que você precisa se conhecer melhor é preciso entender o que acontece com as pessoas envolvidas no seu caso, qual o desequilíbrio delas? Por que se comportam dessa maneira?

Se você realmente se abre para os fatos e para provocar uma grande mudança em você, certamente sua vida também vai mudar e você saberá o que manter e o que cortar. Dessa forma estará pronta (o) para seguir em frente da maneira certa.

Existe aquela máxima:

se você quer mudar o mundo, comece pela sua casa, neste caso sua mente

Por isso o ideal é ter uma sequência de autoconhecimento e tratamento para depois chegar às perguntas que a gente mais gosta:

  • Ele/a volta? Ele/a me ama?
  • Minha vida financeira melhora?
  • Fizeram algum trabalho espiritual contra mim?

E tantas outras não é verdade?

Por tudo citado acima, recomendamos:

Consulta aos Oráculos

Venha! Vamos mudar sua vida a partir de agora!

Por Juliana Viveiros Tonin

Amor de vidas passadas: como identificar

;

Se reencontrar com um amor de vidas passadas é algo muito raro de se acontecer, mas essa possibilidade está longe de ser nula. O que poucos têm, na verdade, é a sabedoria necessária para perceberem quando isso acontece.

Talvez você já tenha sentido uma forte ligação com alguma pessoa que cruzou o seu caminho, mesmo que ainda não tivesse havida um primeiro contato. Em outras vezes, nos lembramos de um rosto, mas não sabemos de onde.

Todas essas coisas podem preceder a descoberta de um possível contato com alguém que tenha feito parte de nossas vidas passadas. Quer saber mais sobre isso? Continue lendo.

Encontrando um amor de vidas passadas

;

Como na prévia dos primeiros parágrafos, pode haver uma grande familiaridade com a aparência da pessoa, jeito de ser ou até meso a voz.

Boa parte das pessoas já passaram por isso, algumas delas nem sequer sabem que isso pode sim indicar um possível contato de vidas passadas. A relação disso tudo é muito interessante, afinal, nunca sabemos se tivemos de fato um passado com alguém ou não.

Os mais céticos relutam em acreditar nisso, mas cada vez mais temos pessoas antenadas no assunto, seja por gosto ou meramente por curiosidade.

Vale a pena ressaltar que, quando falamos sobre amor de outras vidas, não falamos somente de namorados, esposos ou coisas do tipo. Podemos reencontrar familiares, antigos amigos que costumávamos amar… todos os tipos de pessoas.

Amor de vidas passadas: como descobrir

;

A parte mais importante é, sem sombra de dúvidas, é essa sobre como identificar alguém que conhecemos de vidas passadas. De que adianta saber tudo sobre o assunto mas não estar apto a perceber isso?

Pois é, mas saiba que isso não é tão simples quanto parece, para que você possa de fato descobrir se você já conhecia essa pessoa, você precisa estar bastante sensível e principalmente atento(a) a alguns sinais de um amor de outras vidas.

Há quem acredite que, boa parte das pessoas importantes em nossas vidas anteriores, acabam ressurgindo nas próximas, justamente por conta da grande ligação. Essa é uma teoria que se sustenta muito bem.

Quando sentimos simpatia imediada a alguém, pode ser que essa pessoa tenha desempenhado um papel muito importante em nossa vida. Pode ter sido um familiar muito próximo, amigo ou um namorado. Essa sensação é muito positiva, nos sentimos felizes com a pessoa.

antipatia involuntária pode representar um problema passado com essa pessoa, talvez uma discussão séria ou algo do tipo. Não conseguimos ficar à vontade de jeito nenhum.

Sentir que conhece alguém há muito tempo pode ser um forte indício de que essa pessoa já estava com você há muito tempo. Essa sensação é muito boa, quase todas as pessoas passam por isso.

Muitas brigas  podem indicar que talvez você e a pessoa em questão tenham casos inacabados para resolver. O intuito das novas vidas é a evolução do ser, tente abater essas dívidas passadas.

Quando nos encontramos com amores de vidas passadas, podemos também sentir uma atração quase que instintiva sobre a pessoa, desde o primeiro momento. Esse conceito é tratado atualmente como amor a primeira vista.

Se você conhece alguém que, só de estar por perto te faz sentir culpa, pode ser que você tenha feito algo para essa pessoa no passado, como talvez traído. Tente se livrar disso.

Dizer coisas ao mesmo tempo que a outra pessoa pode significar uma forte ligação, se isso sempre acontece entre você e alguém, talvez seja interessante começar a buscar outros sinais também

Amor mal resolvido de outras vidas como descobrir?

;

Se você tem um amor mal resolvido de vidas passadas, pode ser que você venha descobrir isso em algum momento de sua jornada atual.

Bom, se esse relacionamento passado foi frustrado, teve brigas, traições ou alguma coisa do tipo, pode ser sim que a pessoa retorne em posição de cônjuge para nós, para que busquemos resolver os débitos do passado.

Lembre-se que o motivo da reencarnação é nos lapidar mais, partindo para o rumo da perfeição, então todo o esforço é válido para sermos melhores em cada vida.

Você pode sim se reapaixonar por amores que deram errado em outras vidas, mas você precisará se munir de muita paciência e boa vontade para que isso dê certo. 

Comece as estudar os sinais e descubra se essa pessoa realmente fez parte do seu passado, se a resposta for positiva, então comece a perceber onde e como você pode melhorar a relação.

Pode ser reconfortante ou desesperador, descubra como você se sente em relação às pessoas que você teve ao seu lado, amou e odiou em outras vidas, isso é importante até para que sejamos capazes de entender mais sobre nós mesmos.

Tenha em seu coração a certeza de que tudo acontece da maneira que deveria, não tenha medo de reconhecer e aceitar essas situações.

;

Por Paulo Rodrigues

Filhos que não nasceram: o olhar especial da constelação familiar

;

Reconhecer filhos de gestações interrompidas, dando-lhes o devido lugar na família, ajuda a curar diversas dores emocionais

A constelação familiar sistêmica lançou um novo olhar sobre os vínculos familiares e quando estes começam. Por trás de problemas emocionais podem estar gestações interrompidas. A constelação ajuda a reconhecer os filhos que não nasceram, dando o devido lugar a eles na família. Assim, possibilita a cura de diversos problemas emocionais.

Durante a constelação, é possível compreender o que existe por trás das angústias que carregamos, mas que muitas vezes preferimos deixar fechadas numa caixinha como se não existissem, por serem dolorosas demais para lidar.

Quando um tema é levado para ser constelado, não é possível saber o caminho que será percorrido. A única previsão assertiva é que será surpreendente!

A surpresa é ainda maior quando surgem, a princípio invisíveis, os irmãos ou filhos de gestações interrompidas nos mais variados estágios, seja de abortos provocados (quando a mãe escolhe interromper a gravidez) ou causados por fatores naturais.

Desta forma, podem aparecer filhos de gestações interrompidas com pouquíssimo tempo, algumas vezes até sem que a mãe soubesse que esteve grávida.

Em outros casos, a mulher até soube da gravidez, mas não teve tempo suficiente para fazer planos para a nova vida anunciada. Podem aparecer também filhos perdidos em gestação de estágio mais avançado, quando a criança já era aguardada por todos.

Há ainda casos de gravidez múltipla, quando a mulher engravida de mais de um filho mas nasce apenas um bebê. É muito mais comum do que imaginamos o fato de que em muitas gestações a mulher nem chega a saber que no início, tratava-se de gêmeos, mas um não sobrevive e é reabsorvido pelo próprio organismo dela.

O gêmeo que sobrevive desenvolve características psicológicas dolorosas durante sua trajetória de vida. Ele vive sentindo-se angustiado, abandonado, nostálgico, ou insatisfeito com a sua vida, sem ter ideia da origem desses sentimentos.

E a vida tão breve do irmão que não chegou a nascer, faz-se presente em seus dias. É o que as constelações chamam de “o amor adoecido”.

RECONHECER O AMOR PARA VIVER EM PLENITUDE

;

É muito natural que as famílias só considerem os filhos nascidos, seja pelo fato de nunca terem sentido no dia a dia a presença dos filhos que perderam, ou pela dor sentida com a lembrança da perda, ou por ser difícil lidar com a escolha pelo aborto.

Por exemplo, é comum uma mulher que virou mãe, mas perdeu a segunda gravidez, dizer que tem apenas um filho. Na visão das constelações sistêmicas, esta mulher tem 2 filhos e cada um tem o seu lugar na família, independente dos destinos diferentes que seguiram.

A falta de reconhecimento dos filhos que não nasceram pode ser a causa de muitos problemas emocionais na família. A mãe e/ou o pai podem, sem ter consciência, não ter superado a perda e buscam “substituir” um filho pelo outro que veio depois.

Também é possível que os irmãos sintam a falta do que não nasceu e inconscientemente, não alcançam a plenitude de suas próprias vidas, como que em uma homenagem distorcida ao que não sobreviveu.

É como se eles dissessem: “por amor a você, eu também não me permito viver”.

É importante entender o profundo amor que une todas estas pessoas. E é um amor que precisa ser reconhecido e ter o seu lugar no coração e na família.

Só assim, os envolvidos nestes laços energéticos poderão se sentir livres para viver suas vidas em plenitude.

COMO OS IRMÃOS SURGEM NA CONSTELAÇÃO

;

Para explicar, vou trazer aqui o caso de uma cliente que me procurou em um momento de mudança no trabalho. Ela estava sendo transferida de departamento contra sua vontade para atuar num lugar onde as tarefas estavam muito aquém de sua capacidade. Era praticamente um desperdício de talento e ela se sentia muito frustrada com isso.

Começamos a constelação e o movimento mostrou que ela não encontrava o seu lugar no campo. Ela andava em círculos e em torno de um eixo. Num determinado ponto, ela parava, sentia uma tristeza muito profunda e chorava muito.

E logo em seguida, voltava a caminhar em círculo e parava em outro ponto, onde ela sentia em paz. Mas ela era levada a continuar em sua caminhada circular.

Depois de muito oscilar entre estes dois pontos, veio a compreensão de que ela tentava suprir dois lugares: o dela, onde ela se sentia bem, e o do irmão gêmeo, onde ela sentia muita tristeza.

Então, um representante foi colocado para seu irmão e ela pode olhar para ele, reconhecê-lo e abraçá-lo. Ela pode dar a ele o seu devido espaço e, dessa forma, ficou em paz no seu próprio lugar.

Esta constelação liberou-a para que ela pudesse se sentir bem em seu novo lugar no trabalho. Ela se deu a chance de experimentar o novo. Com a diminuição de tarefas e cansaço, ela também teve a oportunidade de abrir espaço para uma nova profissão. Ela começou a fazer atendimentos holísticos fora do seu expediente de trabalho.

Mas o maior impacto não foi sentido no campo profissional, e sim num movimento muito mais interno. Uma melancolia que a acompanhou a vida inteira desapareceu, permitindo-a literalmente  a respirar muito melhor.

A sua respiração se tornou mais longa, algo também nunca sentido. Todo este movimento em sua vida ocorreu nos últimos cinco meses, desde que ela constelou.

PARA QUE SERVE A CONSTELAÇÃO FAMILIAR?

;

A constelação familiar é chamada de terapia breve por tratar temas pontuais em uma única sessão. Ela trabalha com conteúdos emocionais profundos e muitas vezes antigos, que normalmente interferem em nossas relações interpessoais ou situações que vivemos. Com frequência, eles direcionam nossas vidas para rumos que não queríamos tomar, fazendo-nos sentir reféns de nós mesmos.

A constelação consegue alcançar a origem desses sentimentos em nossa história familiar, liberando a carga emocional a partir de sua origem. Isso proporciona um grande alívio e abre uma real oportunidade de transformação de comportamentos e destinos, não apenas para a pessoa que constela, como também para seus familiares.

QUANDO CONSTELAR?

;

Você está pronto para constelar quando sente que chegou o momento de resolver algo importante dentro de você. Você sente que o sofrimento causado pela dor emocional que você carrega já é o bastante e você realmente quer uma transformação efetiva.

Pode soar estranha esta colocação, mas além do entendimento racional, é necessário compreender que existe o tempo de cada alma. Às vezes, é necessário carregar a dor por mais um tempo, até chegar seu momento de cura. Então, este será o momento certo!

;

Por Isabela Borges