Autossabotagem

Vejamos se fica claro o que é autossabotagem.

Toda vez que a pessoa faz algo que atrapalha, atrasa ou impede seu crescimento pessoal em todas as áreas da sua vida é autossabotagem.
 Toda vez que a pessoa omite de fazer algo que contribuirá para sua evolução é autossabotagem.

Toda vez que a pessoa não faz o que aumentaria seu crescimento pessoal é autossabotagem.O crescimento pessoal ou evolução é um imperativo do Universo. É impossível fugir dele. Quer gostemos ou não, é uma necessidade. Portanto, é inteligente fazer da necessidade uma virtude. Isto é, trabalhar diuturnamente para crescer em todos os aspectos. Isto significa melhorar e crescer em todas as áreas.

É fácil perceber se você se sabota ou não. Toda vez que há um crescimento algo acontece e ele é paralisado. Pode ser ficar doente, bater o carro, ser assaltado, perder o emprego, etc. Alguma coisa acontece e não passa de um determinado ponto. Sempre é aquele ponto. Pode ser um salário, um cargo, um nível de clientes, um faturamento, etc. Existe uma fronteira que é o limite até onde a pessoa chega. Isso se repete N vezes pela vida afora. Se essa programação não for apagada isso permanecerá por toda a vida.

  • Quando só se lê livros fáceis é autossabotagem.
  • Quando não se atende bem aos clientes é autossabotagem.
  • Quando não se visita mais um cliente é autossabotagem.
  • Quando se tem preguiça é autossabotagem.
  • Quando não se quer ganhar dinheiro é autossabotagem.
  • Quando não se luta para melhorar de vida é auto-sabotagem.
  • Quando não se contribui para a sociedade melhorar é autossabotagem.
  • Quando não se luta contra as injustiças é autossabotagem.
  • Quando não se luta contra a ignorância é autossabotagem.
  • Quando não se protege os fracos e indefesos é autossabotagem.
  • Quando se opta por divertimentos fúteis é autossabotagem.
  • Quando não dá tudo que se tem no trabalho é autossabotagem.
  • Quando se mede o bem que se faz é autossabotagem.
  • Quando se tem medo do que a torcida irá pensar é autossabotagem.
  • Quando se tem apego é autossabotagem.
  • Quando se é materialista é autossabotagem.
  • Quando não se tem interesse em conhecer a realidade última do universo é autossabotagem.
  • Quando não se quer estudar é autossabotagem.
  • Quando não se quer trabalhar é autossabotagem.
  • Quando não se está em fluxo com o Criador é autossabotagem.
  • Quando se faz distinção de cor, raça, sexo, etc. é autossabotagem.
  • Etc.

Entenderam o conceito?

Por exemplo: estou numa cafeteria e coloco o dinheiro em cima do balcão para pagar um café’. A atendente está a três metros de distância andando de um lado para outro. Não na minha direção. Espero minutos e ela não vem atender. Pego o dinheiro e vou embora. O que vocês acham que foi a atitude dela? Num outro dia no mesmo café estou com um cliente e pretendemos tomar café. Foi outra experiência interessante. O cliente não sabia do caso acima. Neste dia tinha três funcionários no café andando de um lado para outro e neste caso a um metro de nós. Ninguém veio atender. O cliente teve de chamar um deles. Com certeza essas pessoas devem reclamar da vida e do salário. Será que elas percebem que estão sabotando a possibilidade de melhorarem de vida?

Num outro café ouço: “trabalhar no domingo, ninguém merece.”. Parece o muro de lamentações. Todos revoltados porque irão trabalhar. E moram na periferia de São Paulo. Como será que essas pessoas enxergam o trabalho? Adivinhem: uma maldição. (Vide o Genesis).
 No caso da Ressonância Harmônica isso é muito claro. Desde o primeiro segundo, a onda penetra no cérebro limpando tudo que é negativo: crenças, paradigma, traumas, bloqueios, tabus, preconceitos, zona de conforto, etc.. Entra uma onda dourada pelas sinapses e micro túbulos (15 nanômetros). Se o ego da pessoa deixar (isto é, ela mesma) isso poderá ser mudado em segundos. Normalmente leva meses porque a pessoa atrasa o processo. Pode ser extremamente rápido. E quanto antes houver essa limpeza interna, mais depressa os resultados externos aparecerão: dinheiro, casa, apartamento, emprego, concurso público, o gerente liberar o cheque especial, pagarem o precatório, etc.
 Muitas vezes a pessoa emite uma onda contrária (onda escura) que paralisa o processo. Isto é o ego da pessoa dizendo que não quer mudança alguma na vida dela. Quer apenas os resultados sem mudar coisa alguma. Isto é, a pessoa quer magia. Uma força externa que faça o que ela quer sem necessidade de nenhuma mudança de paradigma. Como no caso da Ressonância Harmônica estamos falando de Física, existe um conflito de entendimento enorme neste caso. A Ressonância Harmônica é baseada na Mecânica Quântica. 
 O primeiro mês com a RH é muito fácil, porque os níveis profundos do subconsciente ainda não foram atingidos Então há um crescimento grande. Embora em algumas pessoas a limpeza no primeiro mês seja forte o suficiente para que o subconsciente ative a programação da sabotagem com toda a sua força. Esse programa são as crenças limitadoras recebidas na infância. As crenças do tipo: dinheiro é sujo, dinheiro é pecado, dinheiro não é tudo não, o rico não vai pro reino dos céus, a vida é difícil, etc.

No segundo mês normalmente é onde começa a aparecer com toda a força o programa da autossabotagem. Podem aparecer as somatizações, os problemas aumentam, perda de vontade de trabalhar, perda de vontade de exercitar-se, perda de vontade de estudar, só quer dormir, etc. Todo tipo de situação é criada para que a pessoa não enfrente as crenças. Não mude as crenças e comece a evoluir. Isso é muito interessante para a pessoa perceber que ela cria a sua própria realidade. Neste  ponto é preciso enfrentar isso com todas as forças da nossa determinação e continuar firme no processo.
 As pessoas dizem neste ponto que não está funcionando, que está fazendo mal, etc. Não entendem que é uma limpeza. Que o alicerce para um gigantesco crescimento está sendo erguido. Que sem limpar não há possibilidade de evoluir. É preciso mudar a frequência para que possa passar para o próximo nível. E com energias negativas não dá para mudar a frequência. É preciso limpar profundamente todos os corpos da pessoa. Se ela deixar o processo fluir naturalmente uma grande onda de felicidade virá em seguida. Um sentimento de consciência cósmica explodirá dentro de si. Um sentimento nirvânico. Sem fazer a limpeza não se chegará ao nível de manifestar a realidade com um único pensamento/sentimento. Não há como contornar isso. Não há jeitinho. Pode ser desconfortável, mas é imprescindível.

Hélio Couto

O Poder de soltar

Para acabar com a segregação racial nos ônibus o que Martin Luther King fez? Pararam de andar de ônibus. Soltaram os ônibus. Qualquer que seja a situação a coisa mais poderosa que se pode fazer é soltar.

O universo tem um fluxo de energia que faz com que tudo ande da melhor maneira possível se não houver interferência. A interferência é colocar pressão, ansiedade, força, resistência, etc. Interferir no fluxo natural das coisas. 

Quanto mais se coloca pressão para ter resultados, sejam quais forem, menor o resultado e pior também. O universo já tem um crescimento acelerado em todos os sentidos e acima de tudo é harmônico. 

Nesta série estamos explicando a ciência por trás do soltar. O porque soltar funciona. Não existe maior poder que isso. Porém, é preciso analisar para poder entender como aplicar o soltar em qualquer situação. É uma arte. A técnica é fácil de entender, mas a aplicação exige um refinamento de consciência para chegar no ponto certo. O ponto do “estado da arte” do soltar. O desapego total. O que Buda explicou pode mudar qualquer situação, resolver qualquer problema, etc. Buda vivenciou isso quando ele sentou debaixo da árvore e soltou o mundo. Depois de fazer um esforço monumental ele soltou o mundo. Nesse momento houve a iluminação. Quando ele se entregou, se rendeu. Isso não quer dizer não fazer nada. É exatamente o contrário. É a maior ação que uma pessoa pode fazer. A ação através da não-ação. O Taoismo puro. Fazer e soltar. O resultado virá o mais depressa possível. Fazer o máximo que puder e soltar. Deixar o universo resolver o que é preciso da melhor maneira possível.

Soltar envolve paciência para esperar de uma forma proativa. Continuar fazendo e soltando. Exatamente como aprender uma língua. Estudar e soltar. Um dia o subconsciente falará aquela língua. No momento certo. 

Soltar é uma coisa que está disponível para qualquer pessoa. Independentemente de qualquer condição. Todos os problemas seriam resolvidos se isso fosse entendido. Tanto nesta dimensão como em qualquer outra. Se tem uma coisa que vale apenas aprender na vida é o soltar. Todas as crianças deveriam aprender isso o quanto antes. 

Quantas economias estão estagnadas no mundo hoje? Décadas perdidas por absoluta falta de vontade de fazer o que tem de ser feito. Pura zona de conforto. Continuam fazendo o que não funciona, mas não mudam. A zona de conforto é a resistência ao soltar. Sair da zona de conforto e fazer mais é soltar. Soltar a zona de conforto e enfrentar o que tem de ser feito. Isso é soltar. As dívidas também estão neste contexto. Quantas dívidas são feitas porque não se solta? Se algo não funciona não adianta fazer dívidas para continuar fazendo o mesmo. Se soltassem aquela visão de mundo que não funciona o problema estaria resolvido. Continuar pensando em dívidas é não soltar. Soltar a dívida é pensar em ganhar e agir. Basta analisar cada problema ou objetivo que dá para ver o que é preciso soltar. A questão é fazer o que tem de ser feito.

Hélio Couto