Sua casa é seu segundo corpo

Vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada, porque “existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos”

Vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada, porque “existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos”.

AS TOXINAS DA CASA SÃO:
🔻objetos que você não usa,
🔻roupas que você não gosta ou não usa há tempos,
🔻coisas feias,
🔻coisas quebradas, lascadas ou rachadas,
🔻velhas cartas, bilhetes,
🔻plantas mortas ou doentes,
🔻recibos/jornais/revistas, antigos,
🔻remédios vencidos,
🔻meias velhas, furadas,
🔻sapatos estragados..
🔻velharias de todo tipo que te ligam ao passado.

➖No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;
➖Na entrada, restringem o fluxo da vida;
➖Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;
➖Acima de nós, são dores de cabeça;
➖Sob a cama, poluem o sono
➖Espalhadas pela casa, entulham a vida.

COM O DESTRALHAMENTO:
🔺 A saúde melhora;
🔺 A criatividade cresce;
🔺Os relacionamentos se aprimoram;
🔺 Há maior capacidade de raciocínio;
🔺 Leveza no espírito e no humor

PERGUNTAS QUE AJUDAM O DESTRALHAMENTO:
➕Por que estou guardando isso?
➕Será que tem a ver comigo hoje?
➕O que vou sentir ao liberar isto?
…e vá fazendo pilhas separadas…
🔹Para doar!
🔹Para jogar fora!
🔹Para vender

🔺A LIMPEZA DE DENTRO REFLETE POR FORA🔻

➖livre-se de barulhos,
➖das luzes fortes,
➖das cores berrantes,
➖dos odores químicos,
➖dos revestimentos sintéticos,
➖do que traz lembrança triste…
➖libere mágoas,
➖pare de fumar,
➖repense o uso da carne,
➖termine projetos inacabados.

➕Cultive energia positiva em sua casa.
➕Faça uma limpeza geral e use caixas para organização:

🚫lixo
✅consertos
♻reciclagem
🤔em dúvida
🎁presentes
💞doação
🤑 vender

Comece por gavetas e armários e conclua cada cômodo, faça tudo no seu ritmo… ENQUANTO FAXINA observe as mudanças acontecendo em ✨VOCÊ✨

À medida em que
limpamos nossa casa física, também colocamos em ordem nossa mente e coração! 

AS ERVAS MAIS PODEROSAS PARA LIMPEZAS ESPIRITUAIS

ALECRIM

Diziam os antigos que se uma mulher usar alecrim atrai pessoas do sexo oposto. É utilizada em ambientes comerciais em forma de defumação para limpar, descarregar e atrair clientes do sexo masculino. Se aliada à alfazema, purifica o comércio e atrairá mais clientes. Usado como banho deve ser tomado da cabeça para baixo como banho protetor e purificador.
Como fazer Chá de alecrim:
Ingredientes:
– 1 colher de chá de folhas verdes ou secas de alecrim;
– 250 ml de água de água fervente.

Modo de preparo: Junte os ingredientes em uma panela e deixe descansar por 10 minutos. Após este período, coe e beba ainda morno. O chá de alecrim deve ser tomado de duas a quatro vezes ao dia.

Dica mágica:
Um galho de alecrim onde estiver escrito o nome do ser amado e embebido em essência de rosas e guardado junto ao coração facilitará o contacto e a ternura entre as duas pessoas.
ARRUDA

Quem ainda não ouviu alguma coisa sobre a magia da arruda? Planta com aroma forte, purificadora de primeira linha, descarrega o ambiente onde for queimada, e limpa a aura em forma de banho. Aliada a alfazema e ao alecrim seu poder triplica, pois tira do ambiente onde for usada, qualquer influência estranha ou negativa. É conhecido seu poder contra o olho gordo e o mau olhado. Usado por mães de santo, pelos antigos e pelas benzedeiras para cuidar das crianças e adultos.

Como fazer Chá de Arruda
Ingredientes:
– Uma colher de sobremesa cheia de folhas de arruda
– Água fervente
Modo de preparo: Colocar as folhas em uma xícara de chá e adicionar a água fervente e cobrir a xícara. Deixar esfriar até atingir uma temperatura adequada para beber. Coar o chá e assim ele estará pronto para uso.

Dica Mágica:
Se colocarmos alguns galhos em um ambiente eles murcharão assim que alguma energia negativa entrar no mesmo
CÂNFORA

Usada num vaporizador, actua contra o egoísmo, a inveja, a exaustão nervosa e elimina as forças negativas. É uma árvore grande, verde, que cresce lentamente e pode alcançar 30 metros de altura. Use incensos ou queime uma pedra para limpar a sua casa de influências negativas

Como fazer Chá de Cânfora:
Ingredientes:
– 1 colher de folhas de canfora;
– 500 ml de água de água
Modo de preparo: Para fazer o chá, coloque a água a ferver e depois, adicione 2 colheres de sopa de cânfora, em infusão durante 15 minutos. Coar e beber 2 a 3 chávenas de chá por dia.
Dica mágica:
A Cânfora tem o poder de destruir energias negativas em nossas casas. Para tal, coloque uma concha de álcool dentro de um copo e coloque uma pedra de cânfora, o álcool vai evaporar e você irá sentir um leve cheirinho de cânfora no ar e assim ela estará limpando o ambiente onde você vive. Já agora, você sabia que os números podem revelar muito sobre você e a sua vida? Fale aqui com a nossa numeróloga, você vai se surpreender.
COMIGO-NINGUÉM-PODE

O nome da erva já diz tudo. Acredita-se que ela é capaz de repelir e anular energias negativas. Em uso conjunto com espada de São Jorge quebra feitiços, magia e mau-olhado. Além disso, é uma planta muito bonita e enfeita bem qualquer ambiente. Só é preciso tomar cuidado quem tem crianças pequenas ou animais domésticos em casa, pois é altamente tóxica se ingerida. 

Banho de Anil

O maior objetivo do banho de anil é afastar do corpo os espíritos desencarnados.

O banho de anil é um banho muito poderoso que é feito para fortalecer a aura da pessoa, a cor azul do anil se mistura a aura humana e assim consegue afastar vibrações negativas e também espíritos obsessores. 

Anil
Assim como os outros banhos para a função de descarrego enérgico, antes de tomar o banho de anil, você deve tomar o seu banho normalmente, inclusive lavando a cabeça e os cabelos. Para o banho de anil você deverá colocar oito litros de água em um balde e neles dissolver uma pedra de anil. Após o seu banho regular, então use essa mistura para despejar do pescoço para baixo. Lembre-se de não jogar o anil na cabeça, pois é onde está o chakra coronário. Que é conhecido como a conexão com o divino. 
Enquanto você despeja sobre o corpo a mistura de água e anil deverá ir mentalizando o seu pedido através de orações. Lembre-se também de não se secar após terminar e sim deixar que se seque naturalmente. Dessa forma o corpo consegue absorver toda a energia do anil.
Outras recomendações são: tampar o umbigo por três dias depois do banho com a ajuda de esparadrapo, tomar banho somente com sabonete de cor azul por trinta dias e nesse período não usar roupas de cores marrom e vermelha.

Banho de anil – para que serve
Banho

O maior objetivo do banho de anil é afastar do corpo os espíritos desencarnados. Esses espíritos geralmente são atraídos pela cor marrom, pois é a cor que eles conseguem detectar. Quando os indivíduos vestem azul, os espíritos desencarnados não conseguem identificar eles, nem mesmo aqueles que estiverem sido banhados pelo azul. O azul é uma cor muito radiante e que consegue manter o ambiente e o corpo energizado.
O azul é uma cor consagrada, pois ela é a cor do manto da Virgem Maria. Além disso, o azul tem uma poderosa vibração energética de proteção, também colabora para a cura, a harmonia e para a paz. O banho de anil em si não é o que afasta os espíritos obsessores, isso é feito pelo efeito da cor azul. 
Portanto, banho de anil é indicado em casos de necessidade limpeza astral e até mesmo em casos de perturbações ocasionadas pela presença de espíritos desencarnados. Lembre-se de seguir todas as regras sugeridas pela receita do banho e expulse de uma vez qualquer tipo de energia que pode influenciar negativamente a sua vida espiritual. 

Banho para proteção espiritual, amor e limpeza de ambientes

Os banhos de Cravo da Índia são fantásticos para fazer limpeza da aura, livramento das energias negativas, quedas emocionais e perda energética.
Esta maravilhosa erva tem o potencial de afastar a negatividade e atrair energias favoráveis ao amor, prosperidade, auto-estima, segurança e harmonia.Banho de cravo para proteção: Um punhado de cravo da índia, um litro de água. Coloque a água para ferver e, quando tiver fervido, apague o fogo e acrescente o cravo. Deixe tampado em infusão descansando por alguns minutos até atingir uma temperatura boa para sua pele.Em seguida, vá para o chuveiro e tome seu banho de higiene normalmente. Após o banho, desligue o chuveiro e jogue o banho de cravo sobre seu corpo do pescoço para baixo. Enquanto faz esse procedimento, imagine apenas coisas boas. Ao terminar, não enxágue o corpo, apenas seque-se com uma toalha limpa.

• Os cravos usados devem ser descartados na terra, pois a terra tem energia para filtrar as densidades baixas e neutralizá-las.
Banho de cravo para atrair o amor: • Três cravos-da-índia, duas gotas de óleo essêncial YlangYlang, para um litro de água.• Em seguida, vá para o chuveiro e tome seu banho de higiene normalmente. Após o banho, desligue o chuveiro e jogue o banho de cravo sobre seu corpo do pescoço para baixo.• Enquanto faz esse procedimento, imagine as portas se abrindo, vibre na frequência do amor, sinta o amor puro entrar em sua vida. Ao terminar, não enxágue o corpo, apenas seque-se com uma toalha limpa. Os cravos usados devem ser descartados na terra.
Banho de cravo para limpeza de ambientes: • 1 litro de álcool, quatorze cravos-da-índia, três folhas de louro.Coloque o louro e os cravos dentro do álcool, coloque em um armário que não pegue a claridade. Deixe descansar em local fechado por 9 dias. Depois disso, use essa mistura para borrifá-la no seu ambiente de trabalho ou em sua casa. Essa mistura também pode ser passada com um pano sobre móveis ou mesmo sobre o chão.
Banho de Cravo da Índia para proteção: • Protege de ataques do mal, fortalecem o espírito, eleva as vibrações energéticas da Aura fechando-a.• Dois litros de água, três cravos, uma colher (chá) de mel, uma colher (chá) de erva-doce, uma rosa vermelha.Coloque a água para ferver. Quando estiver fervendo, apague o fogo e acrescente os demais ingredientes, tampando até que a água fique morna. Em seguida, vá para o chuveiro e tome seu banho de higiene normalmente. Após o banho, desligue o chuveiro e jogue o banho de cravo sobre seu corpo do pescoço para baixo.Enquanto está no banho, sinta entrar na sua vida toda a vibração do amor, a prosperidade está ao seu alcance, seu corpo se harmoniza eliminando doenças e energias densas, que te retraem e sugam. Ao terminar, não enxague o corpo, apenas seque-se com uma toalha limpa.

Magia mensal para prosperidade

No 1° dia de cada mês:
Polvilhe canela em pó nas mãos e sopre na porta da sua casa, de fora para dentro de casa dizendo:
” Quando essa canela eu soprar , a prósperidade nessa casa vai entrar!”

Não lave as mãos para tira a canela que ficou, esnfregue as mãos uma na outra sobre a cabeça, depois disso se ainda preferir, pode lavar as mãos normalmente. 

Elementais do Ar

​​Desde o sopro do vento até o furacão, em todas as partes estão presentes os espíritos do ar.

Silfo é um elemental que controla os poderes do ar. Seus ventos giram em torno da Terra. O ar inalado é o alento que sustenta a vida; o ar exalado carrega palavras, poesias e as canções que comunicam idéias e saber aos humanos.

​​Desde o sopro do vento até o furacão, em todas as partes estão presentes os espíritos do ar. Os guardiões dos quatro ventos cavalgam na tempestade. Os sílfos voam aqui e acolá na ligeireza do ar.

Embora a crença mais difundida seja a de que os silfos vivem entre as nuvens e nas correntes de ar, seu verdadeiro lar é o topo das montanhas.peri, um ser imaginário, benevolente, cuja ocupação é guardar os Homens dos malefícios dos espíritos maus; é provável, também, que o termo se refira ao gótico Fagur, como o termo Elfo, de Alfa, denominação geral para toda uma tribo ou categorial de Elementais. Os ares de suas estações [climáticas] é de tal modo especial que tais seres não adoecem e vivem muito mais do que nós.

Têm visão, audição, olfato e outros sentidos muito apurados, reproduzem-se e seu ambiente e de grande perfeição; o ar é mais puro que a água e o ether é mais puro que o ar. Também possuem templos e lugares sagrados nos quais os deuses realmente habitam, e suas vozes [dos deuses] podem ser ouvidas, pois respondem e aqueles Seres [Elementais] estão conscientes dos deuses e têm conversas com eles; eles [os Elementais] vêem o sol, a lua e as estrelas como elas realmente são…

Segundo os antigos, o trabalho dos silfos é modelar os cristais de gelo, formar os flocos de neve, reunir as nuvens. Nestas tarefas, são auxiliados pelas Ondinas, que complementam os compostos. Os ventos são considerados pelos antigos como os próprios Espíritos do Ar em ação. Os silfos são os Elementais mais elevados porque seu elemento nativo é o que possui a mais elevada freqüência de vibração. Vivem centenas de anos, até mil anos, e jamais desenvolvem sinais de velhice.

O rei dos Silfos chama-se Paralda; ele mora na mais alta montanha da Terra. As fêmeas dos Silfos são denominadasSílfides [sylphids].

Acredita-se que Silfos, Salamandras e Ninfas têm íntima relação com os antigos oráculos; que eram deles as vozes muitas vezes vindas do céu ou das profundezas da terra. Eventualmente, os Silfos assumem forma humana, porém, por breves períodos de tempo. O tamanho varia mas, na maioria dos casos, os Espíritos do Ar não são maiores que um ser humano; freqüentemente, são menores.

Ha relatos de que os Silfos já aceitaram seres humanos em suas comunidades permitindo que vivessem ali por tempo considerável; Paracelso escreve sobre um incidente como este mas, naturalmente, isso não pode ocorrer com um ser humano em seu corpo físico.

Para alguns, as Musas Gregas poderiam ser Silfos, que se aproximam da mente durante o sono de poetas e artistas, inspirando-os com o seu profundo conhecimento das belezas e prodígios da Natureza.

Os Silfos são regentes do Leste. Seu temperamento é alegre, volúvel e excêntrico. As qualidades peculiares aos homens de gênio são, supostamente, resultado da cooperação dos Silfos. No organismo humano, agem sobre os gases e o sistema nervoso, onde sua instabilidade pode se tornar um traço predominante.

Eles não têm morada fixa, vagueiam de lugar em lugar, elementais nômades, invisíveis mas sempre presentes na atividade inteligente do Universo.
As Fadas do Ar ou Silfos, possuem uma energia sutil e fluídica. Em termos místicos, estes seres alados são tão rápidos quanto o pensamento e trazem mensagem dos Deuses. De acordo com a Alquimia, as fadas apresentam a mesma forma volátil do mercúrio, ou uma forma terrena de energia lunar: nem sólida, nem totalmente fluídica. O mercúrio é considerado a representação terrena do verdadeiro estado mágico feérico. Os Silfos são os mensageiros da alma, representando a liberdade espiritual. 

São ainda, criaturas de aspirações e transcendência, voando entre o céu e a terra, entre o corpo e o espírito liberto. Todas as tormentas e ventos estão associados com os Seres do Ar, desde a mais suave brisa, generalizada como um suspiro de na Ilha de Man (Irlanda), até os grandes e destrutivos poderes das Monções Árabes, causadas pelo furioso Jinn. Em diferentes relatos folclóricos, desde os desertos árabes até a América do Norte e as Ilhas Britânicas, há referências que os tornados seriam produto de uma horda de espíritos feéricos enfurecidos.

Na Lituânia, uma fada do ar chamada Vejopatis é a mestra fazedora dos gelados ventos carregados de água e neve. Na Finlândia, o antigo Ukko é o responsável pelos fenômenos climáticos, comandando os ventos e a chuva, as nevoas, as tempestades, os raios e os relâmpagos, tudo com um só movimento de suas gélidas mãos. Aqui na América, os espíritos dos ventos e os pontos cardeais são invocados em inúmeras práticas xamânicas. Ga-Ho, um benevolente manipulador de ventos, propicia e tranqüiliza as correntes de ar para facilitar a vida dos homens das Montanhas.

Vive no Norte e dali dirige os quatro ventos primordiais, o clima e as estações.

Na mitologia grega encontramos a hárpia, como a primeiras criatura alada descrita como desapiedada, cruel e violenta. Seu aspecto é horrendo e raptava pessoas e as torturavas a caminho do Tártaro. As vezes era representada sobre as tumbas, apoderando-se do espírito do morto. As hárpias personificavam os ventos violentos e as tempestades capazes de arrastar os homens para as mansões subterrâneas.

“Sílfide” se designa de modo genérico as fadas do ar. A existência dessas fadas data do princípio dos tempos. Na mitologia grega já as conhecia e temiam, e as consideravam Senhoras do Ar e dos Ventos.

A palavra “sílfide”, como conhecemos atualmente, vem do latim “sylfiorum”, silfo, gênio, espírito elemental do ar, e por derivação de “silfo” se criou a forma “sílfide”, ninfa do ar. Como todos os elementos da natureza, a relação entre seu estado de ânimo e como se manifestam é muito direta. Enquanto são uns seres doces e delicados, irritados são as responsáveis pelos ventos fortes, vendavais e furacões.

As sílfides(fêmeas dos silfos) são espíritos muito belos, de pele branca e muito fina; altas e esbeltas se deslocam rapidamente sobre o ar. Apresentam um cabelo longo e solto, de cor escura, que deixam que o vento mova. Vestem-se com uma gase azul ou branca, para confundir-se com o vento.

São elas que controlam o vento e dele dependem muitos fenômenos naturais: como o deslocamento das nuvens que provocam as chuvas e as tormentas; intervêm no movimento das águas, em maremotos; na primavera são fundamentais para a polinização, transportando pelo ar o pólen das flores e ainda com todos os fenômenos relacionados com o ar como a brisa, ciclones, etc.

As sílfides são responsáveis pela purificação do ar e por manterem a pressão atmosférica. Esse trabalho é percebido nas mudanças alquímicas do tempo e ciclos de fotossíntese e precipitação. Esses seres são mestres, que expandem e contraem seus corpos de ar de níveis microcósmicos à macrocósmicos.

As sílfides nos ajudam a conservar e desenvolver corpo e mente e estimulam a inspiração e a criatividade. Trabalham ainda, para elevar nossos pensamentos e inteligência, equilibrando o uso conjunto das faculdades racionais e intuitivas. Elas proporcionam rapidez mental, agilidade de idéias e tornam possível a telepatia.

As sílfides podem ser invocadas para que nos conceda um desejo relacionado com o vento ou com o pensamento, como para agilizar negócios que envolvam papéis e trazer uma pessoa que nos interesse.

Em muitos momentos de nossa vida as sílfides intervêm, como quando nos surpreendemos com uma idéia para a solução de um problema ou quando nos vêm à mente uma palavra que há muitos dias buscávamos.

A Fylgiar é uma pequena fada do ar que acompanha alguns homens durante toda a sua vida. Estas fadas aéreas, só podem ser vistas pela pessoa a qual protegem. São pertencentes a ampla mitologia nórdica e ensinam o caminho de Valhalla, o Salão dos Mortos escolhidos, onde permanecem junto de seu protegido, até que esse se sinta confortável com sua nova condição.

Tais fadas são oriundas da Islândia, uma ilha situada no atlântico norte, entre a Noruega e a Groelândia, onde segundo dizem, cada vez que uma criança islandesa nasce e escuta-se um grasnido, ela será especial e terá durante toda a sua vida a companhia de uma fada, uma presença conhecida pelo nome de Fylgiar. 

Silfos das Montanhas:Seu lar é o topo das montanhas. Segundo os antigos, o trabalho desses silfos é modelar os cristais de gelo, formar os flocos de neve, reunir as nuvens. Nestas tarefas, são auxiliados pelas Ondinas, que complementam os compostos. Os ventos são considerados pelos antigos como os próprios Espíritos do Ar em ação. Os silfos são os Elementais mais elevados porque seu elemento nativo é o que possui a mais elevada freqüência de vibração. Vivem centenas de anos, até mil anos, e jamais desenvolvem sinais de velhice.

  • Alguns tipos de Elementais do Ar

Fadas das Flores: Elas são pequenas e graciosas. Trabalham para dar cor às folhas e flores, como abelhas. Parecem pontos de luz. Não possuem consciência individual, mas uma consciência coletiva.
Fadas das Nuvens: Ao que parece, trabalham dando forma as nuvens. Quando você pensa numa coisa e enxerga essa forma nas nuvens, você travou um contato mental com essas Fadas. Por isso, algumas pessoas são capazes de ver sinais nas nuvens, usando-as como oráculos. 
Silfos das Tempestades: Quando uma tempestade se aproxima, lá estão eles, de olhos puxados, diáfanos da cintura para baixo e um tanto assustadores. Possuem asas como se fossem morcegos e seus olhos são vermelhos ou negros.
Silfos Destruidores: São os silfos dos tufões, ciclones e ventanias. Não agem sem uma ordem superior e sua própria fúria caba exercendo um fascínio sobre os humanos. 
Hamadríades – Estes seres do ar estão ligados aos espíritos da natureza, especificamente às árvores, onde fazem a sua morada permanecendo ligados desde o nascimento até a morte. Na sua forma natural, irradiam um amarelo-esverdeado, podendo ser percebidos pelo homem, por sua luz delicada e um brilho levemente cintilante. 

Elementais do Fogo

Os elementais do Fogo procedem da região mais interna da terra e do cinturão de elétrons que rodeia o sol.

Os elementais do Fogo procedem da região mais interna da terra e do cinturão de elétrons que rodeia o sol. Trabalham nas esferas interiores, lugar em que as correntes vitais se mantêm em meio de suas encarnações. Eles protegem uma energia poderosa e indestrutível. Esta pode ser segundo sua intensidade e força: o amor intenso, a união, a iluminação, o êxtase, a alegria profundo; ou ao contrário, a violência, a ira e a vingança.SLXLM

​​ Todos os seres do fogo apresentam características similares: são poderosos, dinâmicos, luminosos, brilhantes e chamejantes. Nunca estão quietos, se encontram em contínua transformação e adoram o movimento. São inteligentes e valorizam sua liberdade e independência. As formas com que se apresentam podem ser angulosas ou dentadas, se movem velozmente e de forma inquieta, constantemente trocando de forma, que pode ser masculina ou feminina. Seguem a energia, nela se encontram em casa, ali onde o fogo brilha.Um dos deveres dos elementais do Fogo é a purificação e a transformação da energia criadora. Eles servem a esta força em qualquer nível e a qualquer que as chame.
O ser humano é a “Coroa da Criação” e a ele é dada a capacidade de guiar estas entidades.Nós somos uma parte desse energia do fogo e ele é parte de nós. É a energia criadora e celestial, que flui pelo nosso corpo e que conserva os processos vitais. Nos dá asas e inflama nossa força criadora e nossa capacidade de expressão. Porém, se não a dominarmos, também pode destruir, mediante o uso da violência ou da vingança.
Em cada contato com o fogo estão presentes seus seres. Se nos unirmos à eles, se nos afinarmos com sua energia mediante a disciplina e o controle sobre nós mesmos, eles poderão nos lançar cada vez mais alto e fluirão através de nosso corpo até nos unir com a luz do Éter. Esse estado se denomina Iluminação, união mística, etc. Uma parte da energia no ser humano deve inclinar-se, sacrificar-se frente à luz superior, para que as forças da luz superior se purifiquem e se façam realidade.
INVOCAÇÃO ÀS SALAMANDRAS Eu vos saúdo, Salamandras, 
Que constituís a representação do elemento fogo.
Peço, que com vosso trabalho, 
Forneçais a mim poder de resolver tudo, 
De acordo com vossa vontade, 
Alimentando meu fogo interno, 
Aumentando minha chama trina do coração 
E assim formar um novo universo. 
Mestres do fogo, Eu vos saúdo fraternalmente. 
Assim seja
Invocar nas primeiras luzes do sol. Caso isto não seja possível, é necessário que o elemento fogo esteja presente. O mais indicado é o uso da vela. Esta invocação é feita para se ter mais força de vontade, coragem, vigor, entusiasmo e bons empreendimentos. Atua no trabalho e na espiritualidade.
ORDEM DO REINO DO FOGOGuardiões: Hélios e VestaSuperiores: Salamandra; amo:DjinnPrimeiro nível de desenvolvimento: Forma do fogo, elementais do fogo no animal e no homem, pontinhos de fogo, conjunto de demônios, alba negra, druidas.Segundo nível de desenvolvimento: Salamandra, dragões, flamines (pequenos seres de fogo).Terceiro nível de desenvolvimento: Musas, seres solares.Nível cósmico: Anjos à serviço de Cristo (por exemplo os arcanjos Uriel e Miguel), anjos da esfera solar e de Marte (por exemplo Samuel e Anael).Deuses e Deusas: Kali (Deusa hindu da destruição), De Derga (deus vermelho celta), Agni (Deus hindu do fogo), Rá (deus do sol egípcio), Brigid (Deusa celta portadora da luz), Surya (deus do sol hindu), Tu Njami (Mãe siberiana do fogo), Apolo (deus do sol grego) e outros.

A maldição familiar

Olhe para cima! Seja qual for tua circunstância de vida, assuma o perseverante compromisso de reformar, refinar, nobilitar-se hoje, amanhã e sempre; deixando tudo, se não perfeito, ao menos significativamente melhor.

O indivíduo é mais resultado de seu meio e raízes que de sua própria vontade.

Sim, a linha de pensamento é muito simples: da mesma forma que se adquire propriedades genéticas, culturais, religiosas, psíquicas e sociais dos ascendentes, se revive, reproduz e repassa elementos de semelhante natureza aos descendentes.  

O pretérito familiar não te condena mas pavimenta diante de ti um padrão, uma estrutura fundamental que pode lhe favorecer o sucesso ou acelerar o fracasso. A rebeldia adolescente tende a distanciar-se do modelo doméstico, entretanto, a vida tem por hábito repetir essencialmente os mesmos desafios n’algo que vai bem além da herança genética.

A roda da vida gira, a serpente morde a própria calda e os ciclos se sucedem uns sobre os outros, repetindo padrões até que estes se refinem por força da Lei da Evolução.

Maldição familiar não é sinônimo d’algum feitiço, mandinga, malefício lançado por terceiros e sim de um formato pensênico desalinhado com as Leis Superiores que (em você!) deve ser ajustado!

Maldição familiar é, em filosofia esotérica, o conjunto de desafios, problemas e ‘nós cármicos’ que determinado grupo, por laços familiares, assume, tenham ou não consciência disto!

Em linhas gerais, um carma familiar se manifesta por deficiências fisiológicas, desvios psicológicos, incompatibilidades pensênicas, vícios reiterados, acidentes repetidos e dificuldades padronizadas.

Existe uma ‘nuvem’ invisível que guarda os ‘arquivos’ de indivíduos ‘conectados’ familiarmente.

Nada ocorre por acaso, e isto significa que o núcleo familiar em que você está lhe servirá perfeitamente como escola, e mais, trará um ‘carma’ que, em parte, deve ser superado por ti.

Eis teu desafio: transmutar, elevar, dignificar em ti o legado familiar!

Olhe para cima! Seja qual for tua circunstância de vida, assuma o perseverante compromisso de reformar, refinar, nobilitar-se hoje, amanhã e sempre; deixando tudo, se não perfeito, ao menos significativamente melhor.

Caciano Compostela 

Velas: significados, cores, magias e óleos

Acenda as vela sempre com fósforo (fogo e madeira) para ações terrenas, e para ações espirituais pode usar isqueiro. Acenda sempre a vela mais alta, primeiro. Caso sejam cores variadas acenda sempre a vela branca ou rosa antes de todas as outras.

As velas são extensão da vontade e dos pensamentos daquele que a acende. Primeiramente limpe seus pensamentos e eleve sua vontade no bem.

Vela que não acende prontamente = indica que o anjo pode estar tendo dificuldades para ancorar. O astral ao seu redor pode estar “poluído ou carregado”
Chama azulada = o anjo demonstra que, devido às circunstancias, seu pedido terá algumas mudanças Está lhe pedindo paciência, pois a realização de seu desejo já está à caminho. Indica a presença de Anjos e Fadas. É um bom sinal. 

Chama amarelada = a sua felicidade está próxima.
Chama vermelha = o seu pedido está sendo realizado.
Chama brilhante = você está tendo êxito no seu pedido. O desejo ser-lhe-á concedido com muita segurança e sem obstáculos.
Chama que levanta e abaixa = você está pensando em várias coisas ao mesmo tempo. Sua mente pode estar um pouco tumultuada. Alerta para firmar o seu pedido.
Chama que solta fagulhas no ar = o anjo colocará alguém no seu caminho para comunicar o que você deseja. Poderá ter algum tipo de desapontamento antes do seu pedido ser realizado. Antes do seu pedido se realizar, você sofrerá algum pequeno aborrecimento.Chama que parece uma espiral = seus pedidos serão alcançados, o anjo já está levando sua mensagem. Mas, cuidado, não faça comentários de seus desejos, pois tem gente por perto querendo atrapalhar os seus pedidos.
Pavio que se divide em dois = seu pedido foi feito de forma duvidosa, tente novamente.
Ponta de pavio brilhante = sorte e sucesso no seu pedido.
Vela que chora muito = o anjo sente dificuldades em realizar o seu pedido. Pois, você está muito emotiva, e sem forças.
Sobra um pouco de pavio e a cera fica em volta = o anjo pede mais oração.
Se a vela apaga, depois de acesa (sem vento por perto) = o anjo ajudará na parte mais difícil do pedido, o resto cabe à você resolver. Acenda mais duas velas, para reforçar o pedido.
Chama que se apaga várias vezes sem motivo = Esta é uma mensagem bem clara; o ritual deve ser interrompido nesse momento e repetido mais tarde.
Chama enfraquecida = é preciso reforçar o seu pedido.
Chama que permanece baixa = Indica que você não está bem, e há necessidade de elevar rapidamente o seu astral.
Chama que vacila = indica que o pedido se realizará, mas antes ocorrerá alguma transformação necessária.
Quando se acende mais de uma vela e uma das chamas está mais brilhante do que as outras = indica boa sorte.
Quando se acende mais de uma vela e, todas as chamas ESTÃO altas e brilhantes = erga as mãos para o céu e agradeça pela benção que está recebendo em seu pedido.
Quando a vela queima por inteiro = seu pedido foi plenamente aceito.
Quando a vela forma uma espécie de escada ao lado = indica que seu pedido está se concretizando.
Quando a vela termina de queimar e sobra cera esparramada no prato, sem queimar = existem energias negativas e obstáculos à concretização do seu pedido atrapalhando. Quando terminar de queimar, então acenda outra e agradeça ao seu Anjo.
Chama Nítida e Crescente = O pedido que fez será concedido, e de uma forma inesperadamente rápida.
Chama que emite Fagulhas = Significa que o pedido não está a ser bem recebido.
Chama que emite demasiada fumaça = Alguns problemas surgirão, mas a sua petição foi ouvida.
Amor = a chama pega na primeira tentativa, é nítida e sobe com força quando o amor vai ser correspondido.
Aprovar = a chama é nítida e cresce no sentido ascendente.
Vai casar? = a chama pega bem, dobra de tamanho visivelmente e, em certas ocasiões, observa-se que a ponta do pavio é mais brilhante.
Comprar = a chama é nítida e cresce quando anuncia uma boa compra.
Sinal de doença = a vela chora, desprende fumaça escura e espirra.
Algo vai demorar? = a chama arde debilmente; seu tamanho pode diminuir.
Enganar = a chama desprende fumaça escura, espirra e, às vezes, se apaga.
Êxito = a chama dobra de tamanho, é nítida e na ponta do seu pavio vislumbra-se uma cor mais brilhante.
Infortúnio = a vela chora, desprende fumaça negra ou espirra.
Luto = a ponta do pavio acumula cera. A vela se apaga anunciando a morte próxima. A vela chora ou desprende fumaça negra.
Tenha paciência = a chama arde nítida, mas não cresce.
Solidão = a chama arde débil e, às vezes, a vela chora.
Suicídio = a vela chora e se apaga.
Tragédia = a chama se move em forma de espiral, espirra, desprende fumaça e, em certas ocasiões, pode se apagar.
Traição = a chama é fraca e espirra ou desprende fumaça negra. Às vezes, a vela chora ou se apaga.

COR DAS VELAS
Brancas: é a cor universal. Pode ser usada para todas as finalidades. Está ligado a Saturno e à Lua, por isso, atrai intuição, harmoniza o lado espiritual e a reconquista do otimismo e esperança.Quando realizar ritos que tem a finalidade de canalizar as energias mais superiores, use velas brancas.

Preta: não é uma cor negativa como muitos pensam. Está ligada a Saturno, à Lua e Plutão. O preto é uma cor extremamente poderosa que deve ser usada sempre que quisermos respostas concretas aos nossos objetivos. É a cor do conhecimento do bem e do mal, por isso está ligado à bruxaria em todas as suas manifestações. O preto é a única cor que não tem finalidade específica, pois é sempre usada para atrair aquilo que queremos, sobre nós ou sobre outras pessoas, sejam coisas boas ou ruins, seja a vida ou a morte, a saúde ou a doença, o sucesso ou o fracasso. A vela preta é usada para neutralizações de energias, absorção de negatividade, pedidos materiais, proteção, devolver negatividade e poder. É comum acender velas pretas durante uma doença fatal para absorver sua negatividade.

Rosa: usada em rituais para atrair a felicidade amorosa ao lado da pessoa amada. Harmoniza os laços matrimoniais e os casamentos que estão abalados. Por ser uma cor ligada à Vênus, equilibra os relacionamentos entre as pessoas; família; colegas de trabalho; intensifica a auto-estima; a beleza e o amor incondicional e a capacidade de se relacionar; acalma as emoções.

Amarela: as velas amarelas devem ser acesas quando queremos conquistar a alegria; alcançar sucesso profissional e financeiro, riqueza; conquista da criatividade; inteligência; sucesso na área de administração. Também para vender a própria imagem, poder de persuasão. Também ajuda nos estudos.

Laranja: está ligada ao Sol. Atraem o sucesso, as honrarias, a fama, a popularidade, a sorte, a prosperidade. A vela laranja é usada para dar graças por tudo recebido pelo Pai. Usada também para buscar e pedir alegria, a paz e a tranqüilidade; para incentivar a criatividade, as diversões e os prazeres e as atividades artísticas e desportivas; para proteger em viagens longas, para resguardar o casamento e o noivado; para reforçar a vitalidade e a energia criadora; para as novas empresas e esotericamente para receber LUZ e alimentar o poder mental e o espírito.A vela laranja afasta o azar, o comodismo e o conformismo, fazendo com que as pessoas tomem consciência de seus direitos e possibilidades na vida e ajudando as mesmas a concretizarem seus objetivos.

Marrom: está ligada a Mercúrio. Faz com que as pessoas coloquem “os pés no chão” e se centrem na vida. Devem ser usadas em rituais preparados para pessoas que ainda não conquistaram o sucesso material, pois, ajudam na conquista de bens, propriedades, realização pessoal e seu objetivo de vida. Usada em feitiços ligados à justiça, a verdade e os acordos. A vela marrom deve sempre ser acesa em homenagem aos gnomos protetores da casa, para que estes não perturbem a paz dos moradores e para que possam nos presentear com sorte e prosperidade.

Vermelha: é a cor ligada à Marte. Tem função de afastar energias negativas de todas as ordens. Quando um feitiço é mandado contra nós, devemos nos proteger acendendo velas vermelhas para que ele seja quebrado. O vermelho é a cor da guerra e da vitória. Por isso, quando estiver lutando para conquistar algo realize feitiços com velas vermelhas. O sucesso será certo!Também é usada em feitiços para dar coragem, sexualidade, dinheiro, ações rápidas, força física; protege dos acidentes principalmente daqueles que podem afetar ou deixar vestígios na cabeça; protege-nos, também, dos cortes, das armas de fogo. É indicada principalmente para evitar ou para ajudar nas intervenções cirúrgicas.

Roxo ou Púrpura: está relacionada a Júpiter e Netuno. Tem poder de transmutar o karma, trazer equilíbrio espiritual e harmonizar os altos e baixos que a vida pode proporcionar a um indivíduo. Ajuda nos estudos profissionais e superiores. A vela púrpura ou roxa é a Chama da Iniciação, e não existe chama grande ou pequena que não tenha de passar pelos seus domínios. A sua chama sempre nos impulsionará em nosso progresso e desenvolvimento empresarial, comercial e espiritual.

Azul: o azul-claro está ligado a Vênus e Urano; o azul-marinho está ligado a Júpiter. A azul-claro tem a finalidade de inspirar carisma e harmonia familiar, atrai paz e equilíbrio e devem sempre ser usadas para atrair tranqüilidade, uma situação favorável ou a concórdia entre as pessoas, pois, esta vela provoca mudança brusca na mente das pessoas. Também é usada em feitiços de cura, para trazer paz, paciência e alegria. Se acesa antes de dormir ajuda a conciliar o sono.A azul-escuro tem como função básica a virtude de trazer prosperidade, êxito profissional e boas oportunidades, empréstimos bancários e para pedir ajuda de pessoas influentes; atrair a expansão de todas as coisas, boas ou ruins, por isso é uma cor que deve ser usada com muita cautela.

Verde: É a cor sagrada de Vênus. Usada em feitiços para atrair abundância, fartura, prosperidade, conquista de bens materiais, emprego, saúde, cura, crescimento, sorte, metas pessoais, estabilidade, solidez, constância, responsabilidade, profundidade dos pensamentos e das ações, a longevidade, a sabedoria, a Alta Magia, o triunfo e o êxito na profissão. Essa vela é capaz de nos proporcionar a verdadeira fortuna, sem termos por isso de renunciar ao Espírito.

Cinza: está ligada a Saturno. É uma cor de vela que deve ser evitada, pois seu maior atributo é trazer a tristeza, a depressão e o luto. No entanto pode ser usada sobre o altar para representar aquilo que nos restringe, reprime ou nos prejudica. Geralmente quando usamos uma vela cinza para essa função, ela é quebrada ao final do ritual, simbolizando a quebra do mal que nos limita.

Prateada: É a energia da Lua.

Dourada: É a energia do Sol. Quando unimos as forças do Sol e da Lua, trabalhamos com a plenitude de luz e vibrações positivas, atraindo paz, prosperidade, riqueza, saúde.

ACENDENDO VELAS
Acenda as vela sempre com fósforo (fogo e madeira) para ações terrenas, e para ações espirituais pode usar isqueiro. Acenda sempre a vela mais alta, primeiro. Caso sejam cores variadas acenda sempre a vela branca ou rosa antes de todas as outras.

OBSERVAÇÕES GERAIS
1- Toda vela deve ser limpa e energizada antes de ser usada.

2- A limpeza pode ser feita passando a vela na fumaça de um incenso de limpeza como alecrim ou outro para o mesmo fim ou passando azeite de oliva em toda a vela da base para o pavio.

3- Para energizá-las, unte-as com um óleo indicado para a finalidade para a qual a vela vai ser acesa, do pavio para a base e sempre pensando no que você quer. Procure sempre usar a vela de cor apropriada, caso não a tenha sempre use a vela branca.

ÓLEOS
Vaselina líquida ou Óleo Mineral: atuam em feitiços que visam a beleza, o magnetismo e a conquista de bens materiais;Óleo de Amêndoa: muito usado em encantamentos para fortalecer o amor. Sua vibração propicia harmonia, beleza, saúde e purificação.

Óleo de Amendoim: favorece curas, ação, atração, virilidade, dinheiro e tudo que se refere ao físico e à matéria.
Óleo de Coco: forte vibração para conquistas de bens materiais e prosperidade.
Óleo de Girassol: muito usado para proteção e atração de bens.
Óleo de Semente de Uva: tem vibrações fortíssimas para beleza e conquistas de bens.
Óleo de Semente de Mamona: vibrações para beleza e pedidos em geral.
Azeite de Oliva: usado em purificações, benzimentos, curas, condução e captação de vibrações.
Azeite de Dendê: excelente condutor para realização de pedidos para a prosperidade, dinheiro, fartura e uniões em geral.

Os óleos além de unção de velas pode ser usado para magia em geral.

MAGIAS COM VELAS
1)- Advinhação com Três Velas
Prepare 3 velas, todas da mesma cor e em suportes idênticos, num local sem vento. Coloque-as em triângulo e acenda-as. Se a chama de uma brilhar mais que as outras, um período de boa sorte o aguarda. Se uma chama se apagar, representa um período de dificuldades. Se as chamas se movem em círculos, alguém está trabalhando contra você. Fagulhas que saltam, são também sinais negativos. Se todas as velas queimam uniformemente, sem problemas e em paz, assim será a sua vida.

2)- Advinhação com Velas
Acenda uma vela. Mantenha-a acesa por algum tempo, uns 30 minutos, sem correntes de ar por perto. Faça uma pergunta de “sim” ou “não”. Sente-se em silêncio e observe a vela: se o lado direito queima mais rápido que o esquerdo, a resposta é sim, caso contrário a resposta é não. Quando acender uma vela para determinar influências futuras, o lado direito significa boa sorte. Se o lado esquerdo queimar mais rápido, as perspectivas não são as melhores.

3)- Para Curar uma Doença
Pegue 3 velas azul-clara e 3 violeta, limpe-as e depois energize-as com óleo para saúde e pensamentos positivos de saúde para a pessoa. Arrume as velas em círculo alternadamente. No meio do círculo, coloca-se a foto da pessoa doente. Acenda as velas e deixe-as queimar completamente. Repita o ritual 3 dias seguidos na mesma hora.

4)- Amarração com Vela
Use vela verde para dinheiro; rosa para o amor; azul-escuro para a prosperidade; violeta para cura de uma enfermidade.
Pegue a vela na mão e proceda a limpeza e depois energização com óleo apropriado e expressando em voz alta o que se quer amarrar. Em seguida pega-se uma fita da mesma cor da vela, estique-a e repita o que deseja. Em seguida amarre a fita no meio da vela fazendo um nó e dizendo: “com poder e por direito, este amarrado já foi feito”. Faz-se um segundo nó repetindo a frase até completar 7 nós. Em seguida, firme a vela num castiçal ou outro lugar, acenda-a e deixe-a queimar totalmente. Repete o feitiço todos os dias por 21 dias sempre com uma vela nova.

5)- Vela de Aniversário
Ao amanhecer o dia do seu aniversário, a pessoa grava seu nome com um prego novo numa vela prateada. Em seguida, unge a vela com óleo mineral, cânfora em pó, alume em pó, açúcar branco e pó prateado. Num papel prateado, escreve seu desejo mais importante, UM SÓ. Em seguida acende a vela 5 minutos a cada hora deste dia, lendo o pedido. Uns minutos antes da meia-noite, aproxime-se de uma janela ou sacada de onde possa ver o céu e se possível a Lua. Eleva a vela entre as mãos e diz: “Deusa Branca, mãe minha, concede-me o que pedi neste dia solene, e dá-me tua benção”. Acende a vela novamente, queime o papel na chama e deixa e vela queimar toda.

6)- Para Multiplicar o Dinheiro
No terceiro dia de lua Crescente, unge-se uma vela de 10 horas com óleo mineral misturado com louro, menta, canela e cominho (tudo em pó), depois firme-a num pratinho ou castiçal rodeado por 7 moedas de prata (se não tiver serve prateada) com o número voltado para cima. Acenda a vela por 1h, depois apague-a com uma das moedas, repetindo o processo por 7 dias sempre no mesmo horário e sempre apagando a vela com a moeda seguinte. No último dia, acende-se novamente a vela depois de tê-la apagado com a última moeda e deixe queimar toda. Quando a vela acabar de queimar, guarde as moedas numa bolsinha verde, colocando-a debaixo do seu colchão para multiplicar o dinheiro. 

Significado das chamas das velas

As velas nos ajudam a criar um vínculo mais forte com o mundo espiritual e místico, pois elas clareiam nossos pensamentos e nossas auras.

As velas nos ajudam a criar um vínculo mais forte com o mundo espiritual e místico, pois elas clareiam nossos pensamentos e nossas auras. Por esse motivo são muito utilizadas em rituais, orações e em pedidos de realização de pedidos. 
Para além das velas, importante também é estar atenta à mensagem emitida pelas chamas. A verdade é que muitos crentes atribuem à chama uma resposta quanto ao seu pedido. Fazemos agora uma lista de significados que deixamos para sua orientação. 

 SIGNIFICADO DA CHAMA AZUL
O anjo demonstra que o seu pedido terá algumas mudanças. Seja paciente, pois a realização de seu desejo já está próxima. Indica a presença de Anjos e Fadas. É um sinal positivo.

VELA QUE NÃO ACENDE PRONTAMENTE
O anjo pode estar tendo dificuldades para ancorar. O astral ao seu redor pode estar “pesado”. 
SIGNIFICADO DA CHAMA AMARELA
A sua felicidade está chegando.

SIGNIFICADO DA CHAMA VERMELHA
O seu pedido está sendo realizado.
CHAMA BRILHANTE
Você está tendo sucesso no seu pedido. O desejo ser-lhe-á concedido seguramente sem problemas.

SIGNIFICADO DA CHAMA QUE LEVANTA E ABAIXA
Você tem que se concentrar. Sua mente pode estar um pouco confusa. Alerta para firmar o seu pedido.
CHAMA QUE SOLTA FAGULHAS NO AR
O anjo colocará alguém para comunicar o que você deseja. Poderá sofrer alguma desilusão antes do seu pedido ser realizado. Procure se libertar das más energias com a ajuda e poder das ervas naturais.

SIGNIFICADO DA CHAMA QUE PARECE UM ESPIRAL
Seus pedidos serão realizados, o anjo já está levando sua mensagem. Mas evite comentários dos seus desejos, pois tem gente por perto querendo atrapalhar os seus pedidos.
SIGNIFICADO DE PAVIO QUE DIVIDINDO EM DOIS
Tente novamente. A mensagem não foi clara. Se a ponta do pavio estiver brilhante significa sorte e sucesso no seu pedido. Se sobrar um pouco de pavio e a cera ficar em volta significa que o anjo está pedindo mais oração.

SIGNIFICADO DA VELA QUE CHORA MUITO
O anjo sente entraves para em realizar o seu pedido. Você está muito emotiva, e sem forças. Se a vela apaga, depois de acesa (sem vento por perto) significa que o anjo ajudará na parte mais difícil do pedido, o resto cabe é com você mesmo. Acenda mais duas velas, para reforçar o pedido. 
SIGNIFICADO DA CHAMA QUE SE APAGA VÁRIAS VEZES SEM MOTIVO
Bem claro esse sinal: o ritual deve ser interrompido nesse momento. tente mais tarde.

SIGNIFICADO DA CHAMA FRACA
Se concentre e reforce o seu pedido.

SIGNIFICADO DA CHAMA BAIXA
Você não está bem. Precisa elevar rapidamente o seu astral.

SIGNIFICADO DA CHAMA QUE VACILA
O pedido se realizará, mas antes ocorrerá alguma transformação essencial.

SIGNIFICADO DA CHAMA NÍTIDA E CRESCENTE
O pedido que fez será acedido e de uma forma rápida.

SIGNIFICADO DA CHAMA QUE EMITE FAGULHAS
O pedido não está a ser bem recebido. Pare e recomece com fé. Inspire-se nas orações do seu anjo da guarda.

SIGNIFICADO DA CHAMA QUE EMITE DEMASIADA FUMAÇA
Alguns problemas se preveêm. Mas o seu pedido foi ouvido.